Receita Federal apreende mais de R$ 1,2 milhão em mercadorias de contrabando em SC e no PR

Operação integrada com os correios teve ações em Blumenau e Curitibanos, além de outras cinco cidades paranaenses

A Receita Federal, com o apoio dos Correios, apreendeu mais de
R$ 1,2 milhão de mercadorias enviadas ilegalmente pela via postal. A apreensão ocorreu na quarta semana da Operação Escudo, que consiste em ações coordenadas no interior dos estados do Paraná e Santa Catarina.

Receita Federal apreende mais de R$ 1,2 milhão em mercadorias remetidas ilegalmente pela via postal. Parceria com Correios proporcionou recorde de apreensões postais em uma única semana nos estados do Paraná e Santa Catarina – Blumenau e Curitibanos – Foto: Divulgação/Receita Federal

Dessa vez, o foco da fiscalização foi nos centros de distribuição de remessas postais. Com o apoio dos Correios, servidores da Receita Federal realizaram ações em sete cidades. Em Santa Catarina, a ação ocorreu nas cidades de Blumenau e Curitibanos, que resultaram em cerca de R$ 225 mil em apreensões. No Paraná, os alvos foram cinco cidades: Curitiba, Londrina, Maringá, Foz do Iguaçu e Cianorte, totalizando cerca de R$ 1 milhão em mercadorias apreendidas.

No total, foram apreendidos 1.763 volumes, a maioria eletrônicos que entraram irregularmente no país e sem o pagamento correto dos impostos. A ação da Receita Federal tem como objetivo proteger a indústria nacional e estimular a concorrência saudável entre as empresas, combatendo a sonegação. Do início de 2019 até o final de agosto deste ano, já foram apreendidos cerca de R$ 27,8 milhões em remessas postais no Paraná, e R$ 2,1 milhões em Santa Catarina.

Operação Escudo

Deflagrada no dia 10 de agosto no Paraná e Santa Catarina, a Operação Escudo soma-se a outras, a Fronteira Blindada e a Muralha, como uma terceira barreira da Receita Federal no combate ao contrabando e descaminho nas regiões de fronteira com o Paraguai e a Argentina.

Receita Federal apreende mais de R$ 1,2 milhão em mercadorias remetidas ilegalmente pela via postalParceria com Correios proporcionou recorde de apreensões postais em uma única semana nos estados do Paraná e Santa Catarina – Blumenau e Curitibanos – Foto: Divulgação/Receita Federal

Nas três semanas anteriores, ações nas estradas, transportadoras, comércio, rodoviárias e centros de distribuição postal no Paraná e Santa Catarina resultaram na apreensão se cerca de R$ 8 milhões em produtos que entraram ilegalmente no país.

Os produtos apreendidos recebem destinos diferenciados, como:

  • leilão;
  • incorporação a órgãos públicos das três esferas da administração;
  • doação a organizações da sociedade civil;
  • destruição por força de lei e normas específicas (como no caso de drogas ou produtos de comercialização ou entrada proibidas no país).

A escolha do destino dos produtos apreendidos é definida caso a caso pelas autoridades. São considerados itens como as peculiaridades do local da apreensão, o tipo da mercadoria e a necessidade de a Secretaria da Receita Federal do Brasil esvaziar os depósitos.

+

Economia Brasileira