Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


A repercussão sobre o novo decreto no setor de gastronomia de Santa Catarina

Lideranças consideraram novas regras um avanço, apesar de apresentarem flexibilizações menores do que as reivindicadas

Apesar de apresentar flexibilizações menores do que as defendidas em negociações com o Executivo, Abrasel-SC e as lideranças do movimento SOS Gastronomia consideraram um avanço o novo decreto, publicado nesta sexta-feira (30), que flexibiliza as regras para a realização de eventos e muda normas para o funcionamento de bares e restaurantes neste momento da pandemia.

Bares e restaurantes têm novas regras de funcionamento a partir deste sábado (1) – Foto: Divulgação/NDBares e restaurantes têm novas regras de funcionamento a partir deste sábado (1) – Foto: Divulgação/ND

Raphael Dabdab, presidente da Abrasel-SC, diz que as medidas são mais inteligentes e eficazes que as anteriores. “São mais seguras, por regular o distanciamento entre as pessoas, um ponto primordial na redução do risco de contágio. Também conferem menor impacto econômico e social, pois, embora bastante restritivos, não inviabilizam economicamente as operações, como as anteriores”, afirma.

As novas medidas coincidem com a piora do mapa de risco estadual para a Covid-19, atualizado neste sábado (1) pela Secretaria de Estado da Saúde. Três regiões catarinenses voltaram ao nível gravíssimo.

 

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.