João Paulo Messer

Política, economia, bastidores e tudo que envolve o cotidiano e impacta na vida do cidadão de Criciúma e região.


Aeroporto de Forquilhinha/Criciúma tem mutirão pré-privatização

Secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, havia antecipado, em janeiro, que todos os aeroportos de SC serão privatizados

Um grupo de empresários e donos de aeronaves se antecipa e reforma o Aeroporto Diomício Freitas em Forquilhinha (Criciúma), no Sul do Estado.

As melhorias estão sendo feitas na infraestrutura básica como em hangares, sala de embarque, roçadas e cercas. São investimentos de baixo custo, porém, estratégicos à manutenção e ao funcionamento. A rigor, essas medidas suprem a ausência do Estado e do município, que alega não dispor de recursos destinados a estes procedimentos.

Aeroporto de Forquilhinha/Criciúma só para voos de aeronaves particulares – Foto: Arquivo Aeroporto Diomício FreitasAeroporto de Forquilhinha/Criciúma só para voos de aeronaves particulares – Foto: Arquivo Aeroporto Diomício Freitas

Atualmente, a administração das operações é da empresa INFRACEA, vencedora do processo licitatório oferecido pelo Estado, que assumiu em junho do ano passado.

Em janeiro, o secretário de Estado da Infraestrutura, Thiago Vieira, antecipou ao prefeito de Forquilhinha, onde o aeroporto está localizado, que todos os aeroportos de Santa Catarina passarão por processo de privatização.

Nesta segunda-feira (1º), os órgãos do Governo do Estado fizeram o primeiro movimento para privatizar o aeroporto Humberto Ghizzo Bortoluzzi, outro essencial aeroporto do Sul do Estado. Foi assinado um documento oficializando este processo.

O aeroporto localizado em Jaguaruna é administrado atualmente pela RDL, contratada pelo Estado. Com a concessão, o repasse da gestão será feito integralmente à iniciativa privada.

Aeroporto de Jaguaruna tem voos para o Sul do Estado – Foto: Aeroporto JaguarunaAeroporto de Jaguaruna tem voos para o Sul do Estado – Foto: Aeroporto Jaguaruna

O edital para a licitação do aeroporto de Jaguaruna só deve ser publicado após superados todos os quesitos técnicos, como questões de impacto ambiental e econômico. Já está aberto o chamamento público para este processo. Os dados estão no Diário Oficial do Estado deste dia 1º de março de 2021.

Medidas idênticas estão sendo adotadas para outros equipamentos públicos administrados pelo Estado como o Porto de Imbituba, também no Sul de Santa Catarina.