Auxílio do ‘SC Mais Renda’ começa a ser distribuído; saiba como solicitar

Criado para auxiliar quem não recebeu nenhum auxílio federal durante a pandemia de Covid-19, entrega simbólica dos cartões foi feita em Florianópolis

Começaram a ser distribuídos nesta segunda-feira (26), o primeiro lote dos cartões do programa “SC Mais Renda”. Criado para auxiliar quem não recebeu nenhum auxílio federal durante a pandemia de Covid-19, foi feita uma entrega simbólica dos cartões a três beneficiários no Centro Administrativo do governo do Estado, em Florianópolis.

Entre os três beneficiários que participaram da entrega simbólica dos cartões, estava o morador de São João Batista, Matheus Cezar Gonçalves. No início da pandemia, Matheus perdeu o emprego e, desde então, faz trabalhos informais, como pintura e jardinagem.

Matheus César Gonçalves era cobrador de ônibus e perdeu seu emprego durante a pandemia da Covid-19 – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Reprodução/NDMatheus César Gonçalves era cobrador de ônibus e perdeu seu emprego durante a pandemia da Covid-19 – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Reprodução/ND

O trabalhador braçal ficou sabendo sobre o “SC Mais Renda” através do site do governo, onde fez a inscrição. “Vou usar o dinheiro para comprar alimentos, porque ajudo minha família. Meu pai tem problema de visão e minha mãe é faxineira”, contou.

Além dele, Karine Salvaterra Paiter, de São Pedro de Alcântara, também foi beneficiada com o programa. Karine era caixa de supermercado, e perdeu seu emprego com a chegada da pandemia. O programa auxiliará em sua renda, dando apoio às compras necessárias para criar sua filha.

Karine, que era caixa de supermercado e perdeu seu emprego durante a pandemia, foi uma entre as três pessoas escolhidas para o ato simbólico de recebimento dos cartões – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/SECOM/Reprodução/NDKarine, que era caixa de supermercado e perdeu seu emprego durante a pandemia, foi uma entre as três pessoas escolhidas para o ato simbólico de recebimento dos cartões – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/SECOM/Reprodução/ND

Por último, Clotude Vilmas, imigrante vinda do Haiti, trabalhava em uma empresa em Tijucas e perdeu o emprego durante a pandemia do coronavírus. Clotude também possui um filho para criar e sustentar, logo, o auxílio vem em boa hora para a trabalhadora.

Clotude Vilmas também foi beneficiada com o auxílio – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Reprodução/NDClotude Vilmas também foi beneficiada com o auxílio – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom/Reprodução/ND

Linha de crédito para micro e pequenos

Na entrega, foi também anunciado o início da operação “SC Mais Renda Empresarial”. A iniciativa propõe linhas de créditos com juros subsidiados para micro e pequenos empreendedores.

O secretário de Estado da Fazenda, Paulo Eli, destacou a importância das iniciativas para apoiar pessoas e empresas catarinenses.

“São programas complementares. O SC Mais Renda oferece auxílio às pessoas que realmente mais precisam, e o SC Mais Renda Empresarial concede empréstimos com juros subsidiados para os pequenos negócios”, afirmou.

Próximos passos

O “SC Mais Renda” beneficia com crédito de R$ 300 as pessoas cadastradas para receber o primeiro lote de auxílios nesta terça-feira (27). Os benificiários devem antes verificar a aprovação do cadastro no site SC Mais Renda, bem como em qual CRAS (Centro de Referência em Assistência Social) deve ser retirado o cartão.

Os trabalhadores que perderam seu vínculo formal de emprego entre o dia 19 de março de 2020 e 1º de maio de 2021, em empresas dos setores contemplados pelo “SC Mais Renda” ainda podem se cadastrar até o dia 30 de setembro. Atualmente, há 9.927 catarinenses aprovados para receber o benefício nesse primeiro lote, segundo o governo do Estado.

SC Mais Renda Empresarial: saiba como solicitar o crédito

O “SC Mais Renda Empresarial” é uma linha de crédito criada para atender micro e pequenos empreendedores afetados pela pandemia de Covid-19, com juros subsidiados para aqueles que permanecerem adimplentes.

O crédito é viabilizado pelo BRDE (Banco Regional de Desenvolvimento do Extremo Sul) e pelo Badesc (Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina), com apoio de cooperativas de crédito conveniadas.

A linha poderá ser solicitada por micro e pequenas empresas com sede em Santa Catarina, que tenham faturamento bruto de até R$ 4,8 milhões por ano.

A atividade principal ou secundária dessas empresas deve entrar nos setores de turismo, bares, restaurantes, eventos, educação e transportes. É possível solicitar crédito de R$ 10 mil a R$ 100 mil, de acordo com análise realizada pela instituição.

Os beneficiados devem, além de manter os pagamentos em dia, possuir o quadro de funcionários compatível com a realização da sua atividade econômica, mantendo, no mínimo, o mesmo quadro de funcionários pelo período da carência concedida. Nas próximas semanas, será lançada a linha de crédito específica para os MEIs (microempreendedores individuais).

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC

Loading...