Biguaçu comemora 188 anos como uma das cidades que mais cresce no Estado

Prefeito Salmir da Silva ultrapassa os cem primeiros dias de governo com a economia municipal fortalecida e investimentos em todos os segmentos locais

Com uma localização estratégica, próximo aos portos de Imbituba e Itajaí, além do aeroporto internacional de Florianópolis, infraestrutura, qualidade de vida, belezas naturais e incentivos para a abertura de novas empresas, Biguaçu chega aos 188 anos, comemorados hoje, como uma das cidades que mais cresce no Estado, atrai cada vez mais moradores e empreendimentos e se tornou um polo de comércio, indústrias e serviço. Apenas neste ano, já foram abertos 806 novos estabelecimentos na cidade.

Apenas neste ano, já foram abertos 806 novos estabelecimentos na cidade – Foto: Paulo Rodrigo Ferreira/PMB/Divulgação/NDApenas neste ano, já foram abertos 806 novos estabelecimentos na cidade – Foto: Paulo Rodrigo Ferreira/PMB/Divulgação/ND

O prefeito do município, Salmir da Silva, que assumiu o município no início do ano, ultrapassa os cem primeiros dias de governo com a economia  local fortalecida, novos programas e ações voltadas a fomentar todos os setores da cidade.

“Queremos continuar crescendo e, para isso, precisamos criar as condições para que esse desenvolvimento ocorra de maneira adequada, com estrutura. Vamos ampliar o apoio às empresas da cidade e também medidas para atrair novos empreendimentos neste ano. Estamos investindo em todas as áreas, com prioridade para saúde, pois ainda enfrentamos a pandemia de Covid-19, mas também em educação, infraestrutura, assistência social e qualidade de vida”, destaca.

Mais emprego durante a pandemia

Apenas nos primeiros cem dias de funcionamento do programa Pró-Emprego, na atual gestão municipal, foram realizados 775 atendimentos ao público no sistema, criadas 55 novas vagas e cadastrados 431 novos currículos. A iniciativa, explica a prefeitura, é uma janela de conexão entre quem busca uma oportunidade de inserção no mercado de trabalho e as empresas interessadas em aumentar ou otimizar as suas equipes, disponibilizando no site pro-emprego.bigua.sc.gov.br um canal para cadastro de vagas e currículos.

Foi ainda consolidada parceria com a Associação dos Microempreendedores e Microempresas da Grande Florianópolis e região buscando a capacitação dos empreendedores do município por meio de rodadas de cursos, palestras e workshops.

Preparação para a volta às aulas

Após funcionar por um ano de forma remota, no dia 29 de março deste ano as aulas foram retomadas de forma presencial nas escolas do município. Atualmente a rede municipal conta com 22 unidades escolares, um Centro de Ensino Profissionalizante e três polos da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Para que as aulas pudessem ter um retorno seguro, foi contratada uma empresa especializada para realizar a limpeza externa das 22 unidades, feita a manutenção elétrica e hidráulica dos colégios, a reposição de telhas, limpeza de calhas e caixas d’água, além de serviços de dedetização, desratização e sanitização, entre outras ações.

Foram ainda adquiridos EPIs para a proteção de alunos e servidores, entre os quais estão mil escudos faciais (face shields) para os servidores, 30 mil máscaras de tecido para alunos e servidores e 50 termômetros para as unidades escolares.

 Obras de reforma das ecolas e CEIms (Centros de Educação Infantil) da cidade:

-Acompanhamento da construção da Creche da Saudade;

-Acompanhamento da obra de reforma do CEIM Dona Virgínia, no bairro Prado;

– Acompanhamento da obra de ampliação do GEM Celina Dias da Cunha, no bairro Limeira;

– Acompanhamento da demolição e nova construção do CEIM Recanto Feliz no bairro Fundos;

– Licenciamento junto ao Corpo de Bombeiros para construção do abrigo de gás do CEIMAR Zulmira da Silva Delanlho no bairro Sorocaba;

– Pintura interna e externa da EBM Olga de Andrade Borgonovo;

– Licitação para reforma do CEIM Jardim Janaína, estimada em R$ 208 mil;

– Licitação para reforma do GEM Ruth Farias dos Reis, estimada em R$ 186 mil.

Biblioteca municipal de Biguaçu foi reaberta em janeiro deste ano – Foto: Martha Huff/PMB/Divulgação/NDBiblioteca municipal de Biguaçu foi reaberta em janeiro deste ano – Foto: Martha Huff/PMB/Divulgação/ND

Investimentos na rede municipal de saúde

Com o agravamento da pandemia de Covid-19 neste ano, especialmente entre os meses de fevereiro e março, quando o número de casos e internações hospitalares cresceu significativamente, o município de Biguaçu ampliou os investimentos na rede municipal de saúde, em insumos, equipamentos e pessoal.

De acordo com a Secretaria de Saúde de Biguaçu, entre outras ações, foram realizadas adaptações e melhorias na UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24 Horas, pois o número de pacientes em estado grave, que necessitam de atendimento em sala de reanimação e de maior tempo de assistência médica e de enfermagem, triplicou no mês de março.

“A UPA precisou receber reforços para poder realizar o atendimento desses pacientes e salvar vidas, com o objetivo de oferecer o melhor atendimento para quem aguarda leitos de UTI em ventilação mecânica”, explica o secretário de Saúde do município, Bruno Célio da Silva.

Entre as melhorias, foi realizada a ampliação da rede de gases medicinais, aumentando a capacidade de cilindros conectados (de dois cilindros para 10), garantindo oferta contínua de oxigênio aos pacientes da UPA. Além disso, foram adquiridas novas bombas de infusão e monitores para atendimento aos pacientes graves.

 Aquisição de equipamentos

De acordo com a secretaria, nos meses de janeiro e fevereiro deste ano, o uso dos ventiladores mecânicos da UPA foi de 50% da sua capacidade e durante todo o mês de março em capacidade máxima (100%). “O gasto da UPA em gases medicinais em março é quase 15 vezes maior que a quantidade usada em janeiro deste mesmo ano. Mesmo com o aumento, em nenhum momento, houve desabastecimento ou foi negado atendimento a pacientes graves. A reposição dos cilindros é feita diariamente, nos dias de maior gravidade os cilindros foram repostos até três vezes em 24 horas”, destaca o secretário.

O município também adquiriu, em parceria com o Hospital Regional Helmuth Nass, dietas e sondas para nutrição enteral para os pacientes internados.  Além disso, foram instalados três containers junto à UPA, a Secretaria de Saúde, que ampliaram e facilitaram o tratamento de pacientes que apresentem sintomas de Covid-19.

Secretaria Municipal de Saúde de Biguaçu já aplicou mais de 7.419 doses em pessoas dos públicos prioritários – PMB/Divulgação/NDSecretaria Municipal de Saúde de Biguaçu já aplicou mais de 7.419 doses em pessoas dos públicos prioritários – PMB/Divulgação/ND

Mais profissionais e vacina contra a Covid-19

Ainda, de janeiro a março deste ano, foram contratados mais 23 técnicos de enfermagem e mais 15 enfermeiros, distribuídos entre a UPA, Atenção Básica, Centro de Triagem, Melhor em Casa e Nasf (Núcleo Ampliado de Saúde da Família). Também foram admitidos mais três médicos, das especialidades de Infectologia, Pediatria e Neurologia, bem como mais dois dentistas especialistas.

Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde já aplicou mais de 7.419 doses em pessoas dos públicos prioritários estabelecidos pelo Ministério da Saúde para a campanha nacional de vacinação contra o coronavírus. Desse total, 5.968 vacinados com a primeira dose e mais 1.451 vacinados com a segunda dose.

Assistência Social e Habitação

Além dos benefícios, materiais e investimento em estrutura, a Secretaria de Assistência Social e Habitação de Biguaçu realizou, desde janeiro, reuniões, visitas técnicas, manutenção e limpeza dos equipamentos. Entre os auxílios, foram concedidos 397 passes para a locomoção, 933 cestas básicas, seis auxílios-funeral, 21 auxílios natalidade e dez aluguéis sociais.

Em fevereiro deste ano, o município recebeu cinco veículos zero quilômetro do governo federal. Destes, três foram destinados ao atendimento dos Cras   (Centros de Referência em Assistência Social) e do Creas (Centro de Referência Especializado em Assistência Social). Outros dois carros também, estão à disposição da Apae (Associação de Pais e Amigos do Excepcional), por meio de cessão de uso.

 O abrigo municipal de Biguaçu também atende hoje, em média, 15 pessoas em situação de rua de forma integral com alimentação, cuidados de higiene, permanência na casa e encaminhamento à rede de atendimento no município, seguindo todos os protocolos em decorrência da Covid-19 e continuará em funcionamento nesses moldes enquanto perdurar a pandemia. Está em estudo a implementação do abrigo de forma permanente.

Entre as melhorias realizadas neste ano, está ampliação da rede de gases medicinais, aumentando a capacidade de cilindros conectados (de dois cilindros para 10), garantindo oferta contínua de oxigênio aos pacientes da UPA – Foto: PMB/Divulgação/NDEntre as melhorias realizadas neste ano, está ampliação da rede de gases medicinais, aumentando a capacidade de cilindros conectados (de dois cilindros para 10), garantindo oferta contínua de oxigênio aos pacientes da UPA – Foto: PMB/Divulgação/ND

Incentivo para os artistas locais

Com o objetivo de ajudar e incentivar os artistas locais, já que a cultura foi um dos setores mais atingidos pela pandemia de Covid-19, o município fez um trabalho de alinhamento e desenvolvimento da Lei Federal de Emergência Cultural nº 14.017/2020, (Lei Aldir Blanc), com transmissões ao vivo e gratuitas pela internet e acesso liberado à população.

 Desenvolvimento do esporte

 Outro setor duramente atingido pela pandemia, o esporte em Biguaçu ganhou investimentos com a construção de um Centro de Treinamento gratuito na Univali Carandaí, sem a necessidade de pagamento de aluguel, aos atletas e praticantes de atividades físicas do município.  De acordo com a prefeitura, o início das atividades será realizado após revisão das medidas restritivas, respeitando todas as ações do decreto vigente nesse período.

Estímulo ao crescimento do setor turístico municipal

Desde janeiro, o município se reuniu com entidades atuantes no setor turístico de Santa Catarina, como a Convention e Visitors Bureau e Caminhos da Mata Atlântica, para estruturar a fomentação do turismo tanto na área urbana quanto no interior do município, visando elevar as qualidades turísticas de Biguaçu em nível de Estado.

Verificação das condições das áreas de lazer da cidade

Para verificar as condições estruturais das áreas de lazer de Biguaçu, a prefeitura realizou um levantamento, para analisar a possibilidade de reestruturação desses ambientes e incentivar as práticas corporais sem riscos à saúde da população e com respeito às normas sanitárias vigentes.  Foi ainda prestado apoio à Secretaria de Obras na manutenção e limpeza das praças e demais áreas de lazer.

Obras e infraestrutura

 Paralisado desde dezembro do último ano, as ações de limpeza e manutenção dos espaços públicos do município foi retomado após a realização de licitação para contratação de uma nova empresa terceirizada.

Outras obras importantes foram realizadas para a recuperação da cidade após o temporal que atingiu Biguaçu entre a noite do dia 8 e madrugada do dia 9 de março deste ano e provocou alagamentos, deslizamento de terra, além de  estragos estruturais em casas e ruas de Biguaçu. Ainda no dia 9, a equipe da Secretaria de Obras, em conjunto com a Defesa Civil realizou os trabalhos de levantamento e reparos aos danos.

Outras obras em execução/finalizadas

  • Construção da creche no bairro Saudade – execução em andamento;
  • Reforma do prédio da sede da Prefeitura com relação às normas de acessibilidade – execução em andamento;
  • Ampliação de duas salas de aula, no Grupo Escolar Municipal Celina Dias, bairro Limeira – execução em andamento;
  • Reforma do CEIM Dona Virginia – execução em andamento;
  • Pintura de toda a edificação, muro e calçada da EBM Prof. Olga de Andrade Borgonovo – execução em andamento;
  • Execução de base em concreto armado para instalação de salas multifuncionais em container e incorporação dos ambientes à edificação existente no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) – finalizado;
  • Pavimentação em concreto e implantação de drenagem da Rua Família Cardozo – finalizado;
  • Pavimentação em concreto e implantação de drenagem da Servidão José Chagas – finalizado;
  • Pavimentação com lajotas sextavadas, sinalização viária e drenagem da Rua Pedro José Martins – finalizado;
  • Pavimentação asfáltica da Rua Manoel Amaro de Faria – execução em andamento;
  • Pavimentação com lajotas sextavadas, sinalização viária e drenagem da Travessa Cecília Zimmermann – finalizado;
  • Pavimentação asfáltica, implantação de drenagem urbana e sinalização viária da Rua Pedro Duarte – execução em andamento.

 Obras a serem iniciadas e já licitadas

  • Reforma do CEIM Jardim Janaína;
  • Reforma da EBM Prof. Ruth Farias dos Reis;
  • Reforma do prédio da Delegacia de Polícia Civil.

 Ações voltadas à agricultura e pesca

 Para ajudar os pescadores locais, foi disponibilizado um trator para puxada e botadura de embarcações. Ao todo, foram atendidos  22 barcos.

Nas áreas rurais, foram adquiridos 200 litros de bti para controle de borrachudos   com estimativa de atendimento para 200 pontos de aplicação

O município locou ainda um espaço, no bairro Vendaval, para realização de cursos de capacitação voltados para o meio rural e pesqueiro, visando o desenvolvimento das categorias. Além da promoção de palestras, cursos, visitas e capacitações com um grupo de 20 proprietários de espaços rurais, para promoção do turismo rural em parceria com o Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas), seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19.

+

Biguaçu 188 anos