Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


BR-101 sul: relatório sobre importantes melhorias feitas pela CCR Via Costeira

Exposição feita na reunião do Conselho e Câmara de Transporte e Logistica da Fiesc

O diretor-presidente da concessionária da BR-101 Sul, a CCR Via Costeira, Fausto Camilotti, informou que desde agosto, quando a empresa assumiu o trecho de 220,42 quilômetros, já foram investidos R$ 200 milhões em melhorias. Esse montante gerou R$ 2,3 milhões em impostos municipais. Segundo Camilotti, a parte concessionada abrange 19 municípios, que totalizam 838,7 mil habitantes e formam um Produto Interno Bruto de R$ 19,2 bilhões. Ele informou que a cobrança de pedágio, de R$ 2,10 por praça, deve se iniciar na segunda quinzena de março.
Problemas relacionados com os caminhões rodotrem com 30 metros de cumprimento, proibidos de circulação em rodovias estaduais, foi tratado na ocasião.
O caminhoneiro autônomo Janderson Maçaneiro expôs as dificuldades de sua categoria no tráfego em diversas rodovias. Ele destacou os entraves para a circulação de rodotrens, ou seja, caminhões com nove eixos, 30 metros de comprimento e peso bruto na faixa de 74 toneladas. Ele observou que o Brasil começa a discutir o uso de caminhões ainda maiores, com 11 eixos e peso bruto de 105 toneladas. O transportador também apontou as retenções de tráfego em trechos próximos aos portos.
Pedágio

A partir de 15 de março começa a cobrança de pedágio em quatro praças na Br-101, trecho sul, agora concedido a empresa CCR Via Costeira, integrante do maior grupo de concessinarias de rodovias do Brasil.
A empresa ganhou concorrência pública da ANTT com deságio de62% nas tarifas iniciais.O contrato foi assinado em agosto.
E a empresa iniciou imediatamente as obras e serviços previstos nocontrato.
Na reunião de do Conselho Estragégico e Camra de Transporte e Logistica da Fiesc, o presidente da CCR Via Costeira, Fausto Camilotti, fez uma detalhada exposição.
Foram reveladoras e da maior importância as informações pretadas no encontro.