Cooperativismo agropecuário catarinense cresce e avança

Fecoagro amplia faturamento, associados e investe na tecnologia e inovação para o futuro do segmento

Entidade congrega hoje mais de 60 mil famílias que buscam melhor rentabiliadde e competitividade de forma sustentável no mercado – Foto: Fecoagro/DivulgaçãoEntidade congrega hoje mais de 60 mil famílias que buscam melhor rentabiliadde e competitividade de forma sustentável no mercado – Foto: Fecoagro/Divulgação

Há 15 anos passados, quando nascia o Jornal ND, o cooperativismo catarinense registrava um faturamento total de R$ 7 bilhões, segundo relatório da Ocesc (Sindicato e Organização das Cooperativas do Estado de Santa Catarina), congregava 669 mil associados, e tinha registrado 283 cooperativas. No último ano as cooperativas, de todos os ramos, somaram mais de R$ 49 bilhões e mais de 3,03 milhões associados.

No ramo agropecuário os números também cresceram. No mesmo período, o setor faturava R$ 4,8 bilhões, montante que hoje passa de R$ 34,4 bilhões. As 54 cooperativas agropecuárias catarinenses passaram de 60.305 associados para 73.667 e aumentaram os números de funcionários de 15.346 para 48.685.

Na Fecoagro (Federação das Cooperativas Ágropecuárias de Santa Catarina) não foi diferente. Em 2006, a entidade já exista há 31 anos e atuava na centralização de compras, executava os programas do governo do Estado para auxílio aos pequenos agricultores e mantinha seus programas de comunicação institucional para difusão do cooperativismo.

O início das atividades de processamento de fertilizantes da Fecoagro foi em 2004. Começou com 64 mil toneladas por ano e, hoje, produz mais de 400 mil toneladas. Os volumes e o faturamento cresceram e os fertilizantes da Fecoagro conquistaram o mercado catarinense. E o que é mais importante: com qualidade e devolvendo às cooperativas associadas, os resultados econômicos da atividade.

História

Fundada em 25 de julho de 1975 a Fecoagro completou 46 anos de atividades. Formada por 11 cooperativas, congrega mais de 60 mil famílias que unem esforços, praticam a união e a intercooperação, objetivando melhor rentabilidade e competitividade de forma sustentável no mercado em que atua. A entidade atua na importação, processamento e comercialização de fertilizantes.

Comunicação evoluiu

A área de comunicação também evoluiu nestes últimos 15 anos. Os programas de rádio ampliaram sua veiculação estando presente em mais de 70 emissoras. Foi criada a TV Coop, uma web TV da Fecoagro, que tem programação 24h com conteúdo próprio do setor de interesse da comunidade. Criou seu próprio programa de televisão, o “Cooperativismo em Notícia”, que exibe semanalmente conteúdo inédito, e o “Resenha do Cooperativismo e Agronegócio”.

Ampliou sua presença no digital disponibilizando conteúdo on-line por meio de sua newsletter diária e os episódios dos programas pelo YouTube. Também está presente nas principais redes sociaisFacebook , Instagram e LinkedIn.

Com foco na produtividade e rentabilidade dos associados, a Fecoagro tem se dedicado à produção de fertilizantes especiais com tecnologias de ponta e matérias-primas selecionadas.

Área de atuação da Fecoagro em Santa Catarina – Foto: Fecoagro/DivulgaçãoÁrea de atuação da Fecoagro em Santa Catarina – Foto: Fecoagro/Divulgação

Tecnologia e inovação no futuro

Projetando a Fecoagro para o futuro, a tecnologia e a inovação continuarão sendo a mola propulsora que impulsionará o desenvolvimento de novos produtos e serviços. A integração, disponibilidade e usabilidade das informações serão aliadas nas tomadas de decisão. Marketing Place poderá impulsionar as vendas online das cooperativas.

Novas tecnologias nos fertilizantes deverão aumentar a produtividade de cereais, que são usados para produção de rações e transformação de proteína animal que alimenta os povos das nações. Robotização e automatização estarão cada vez mais acessíveis e presentes na agricultura facilitando o manejo e padronizando cada vez mais as atividades em busca de melhores resultados.

A Fecoagro será guiada pelos avanços tecnológicos inerentes as suas áreas de atuação e buscará a inovação que possa contribuir com a qualidade de vida, a rentabilidade e a sustentabilidade das cooperativas e de seus associados.

Central de compras em Palmitos (acima) e indústria de fertilizantes – Foto: Fecoagro/DivulgaçãoCentral de compras em Palmitos (acima) e indústria de fertilizantes – Foto: Fecoagro/Divulgação

+

Especial ND 15+15

Loading...