Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


Empresários do setor gastronômico pedem socorro no Sul do Estado

Capital Nacional da Gastronomia Italiana, Nova Veneza amarga o fechamento de bares e restaurantes, ponto forte na economia local

Empresários da Associação Neoveneziana de Turismo, donos de bares e restaurantes e funcionários, solicitam poder voltar ao trabalho, manter empregos e os próprios empreendimentos .

Restaurante fechado em Nova Veneza – Foto: DivulgaçãoRestaurante fechado em Nova Veneza – Foto: Divulgação

A manifestação é da presidente da Associação, Luana Bortolotto, que lembra também da cadeia movimentada através dos restaurantes de Nova Veneza, no Sul do Estado. O município tem o título de Capital Nacional da Gastronomia Italiana e grande parte da economia é movimentada pelo setor turismo.

” Contribuímos com toda a cadeia produtiva, já que a maioria compra produtos da agricultura familiar para os nossos estabelecimentos e faz a economia local girar”, especificou.

Ela manifestou a preocupação do setor, que tem como ponto forte os fins de semana e amargou o fechamento em razão do decreto de lockdown.

“Infelizmente, a situação é muito difícil, todos os associados possuem empregados para pagar, boletos e aluguéis. Além disso, boa parte dos estabelecimentos funcionam somente aos finais de semana. Pedimos socorro aos governantes, que olhem para o nosso setor”, apela Luana Bortolotto.

O setor em Nova Veneza, segundo dados da ANET, emprega 138 pessoas com carteira assinada e 225 extras que trabalham somente aos finais de semana, de forma freelance nos 21 estabelecimentos associados na entidade.

A presidente está articulando conversas com o governo municipal e estadual para buscar inventivos fiscais e isenção de impostos como forma de estímulo aos empresários do segmento turístico.

Uma das justificativas para as reinvindicações é que os restaurantes estão entre os  locais com maior controle e fiscalização, com todas as medidas sendo cumpridas desde o início da pandemia como uso de máscaras, álcool em gel e distanciamento.