Engenharia civil tem papel fundamental no desenvolvimento da economia e combate à Covid-19

A construção civil utiliza da inovação para se readequar às novas necessidades da sociedade – Foto: DivulgaçãoA construção civil utiliza da inovação para se readequar às novas necessidades da sociedade – Foto: Divulgação

O profissional da engenharia civil apresenta conhecimentos científicos e técnicos que são aplicados na exploração dos recursos naturais para o planejamento, projeto, construção e operação de objetos úteis à sociedade, sendo um agente gerador de um mecanismo de desenvolvimento nacional.

Durante a pandemia os setores da engenharia catarinense, de forma geral, juntamente com a área de tecnologia tiveram um papel fundamental na economia e no combate à Covid-19. A construção civil, muito afetada nos primeiros meses de restrições, esteve à frente, por exemplo, na entrega de hospitais em tempo recorde, utilizando da inovação para se readequar às novas necessidades da sociedade.

Empresas de Santa Catarina estiveram presentes em obras e reformas hospitalares em unidades que acabaram se transformando em referência ao combate ao coronavírus, e também na construção de hospitais com aplicação dos sistemas pré-fabricados, com elementos produzidos off-site, promovendo significativamente a redução do tempo de execução.

Com o isolamento social e com o home office, as pessoas também sentiram a necessidade de investir em suas habitações, refletindo na busca por profissionais qualificados. O Conselho de Regional de Engenharia e Agronomia de Santa Catarina alcançou o recorde de Anotações de Responsabilidade Técnica (ART), em março de 2021, com mais de 32 mil registradas, maior número desde o ano de 2000.

A construção civil foi o setor que mais gerou empregos nos primeiros dez meses de 2020 – Foto: DivulgaçãoA construção civil foi o setor que mais gerou empregos nos primeiros dez meses de 2020 – Foto: Divulgação

A perspectiva positiva para 2021 apresenta uma projeção de crescimento da construção de 2,5% no PIB. Mesmo com a retração no cenário inicial para o ano, com os desafios da falta e do alto custo da matéria-prima, empresários do setor ainda possuem expectativas positivas para as suas atividades nos próximos seis meses, com a geração de 200 mil novos postos de trabalho no país.

De acordo com dados do Ministério da Economia, a construção civil foi o setor que mais gerou empregos nos primeiros dez meses de 2020, com a criação de 138.409 vagas formais. Em Santa Catarina, o saldo positivo de geração de emprego, no mesmo período, ficou em 48.907 vagas, após perder 46.516 nos três primeiros meses da pandemia.

Com presença fundamental na manutenção e recuperação da economia, os profissionais da engenharia civil se empenham em buscar a excelência em pesquisas e inovações para garantir o bem-estar e segurança da sociedade.

+

Crea SC

Loading...