Feira do Peixe Vivo: veja os pontos de venda, em Chapecó

Começa nesta quarta-feira, em 19 pontos da cidade

Os produtores foram orientados a seguirem todos os protocolos de segurança e prevenção da Covid-19. 

Os piscicultores de Chapecó já começaram a fazer a despesca para a Feira do Peixe Vivo, que começa nesta quarta-feira, em 19 pontos da cidade. – Foto: Prefeitura de Chapecó
1 5

Os piscicultores de Chapecó já começaram a fazer a despesca para a Feira do Peixe Vivo, que começa nesta quarta-feira, em 19 pontos da cidade. – Foto: Prefeitura de Chapecó

Segundo o diretor de Agricultura do município, Jonas Bringhenti, a expectativa é de comercialização de 40 toneladas. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND
2 5

Segundo o diretor de Agricultura do município, Jonas Bringhenti, a expectativa é de comercialização de 40 toneladas. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND

O piscicultor Rafael Barp, da Linha Simonetto, é a terceira geração da família na atividade. Ele já retirou os peixes de um açude maior, para um tanque menor, para facilitar a retirada. Ele vai comercializar seus peixes nos pontos de feira do São Cristóvão, Calçadão.“A Feira do Peixe Vivo é o nosso ganha-pão, onde comercializamos 90% de nossa produção. Neste anos queremos vender dez toneladas”. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND
3 5

O piscicultor Rafael Barp, da Linha Simonetto, é a terceira geração da família na atividade. Ele já retirou os peixes de um açude maior, para um tanque menor, para facilitar a retirada. Ele vai comercializar seus peixes nos pontos de feira do São Cristóvão, Calçadão.“A Feira do Peixe Vivo é o nosso ganha-pão, onde comercializamos 90% de nossa produção. Neste anos queremos vender dez toneladas”. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND

Os valores variam de R$ 14 a R$ 22 por quilo. As espécies comercializadas são carpas (húngara, prateada, capim, comum e cabeça grande), pacu, traíra e tilápia. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND
4 5

Os valores variam de R$ 14 a R$ 22 por quilo. As espécies comercializadas são carpas (húngara, prateada, capim, comum e cabeça grande), pacu, traíra e tilápia. – Foto: Prefeitura de Chapecó/ND

Lista de comercialização – Foto: Julia de Araujo/ND
5 5

Lista de comercialização – Foto: Julia de Araujo/ND

+

Economia SC