Marcos Cardoso

A sociedade da Grande Florianópolis, os eventos culturais e as tradições da região analisadas pelo experiente jornalista Marcos Cardoso.


Fornecimento de sinal de internet está sofrível

A reclamação é geral: independentemente de provedor, o fornecimento de sinal de internet está de sofrível a péssimo. Conexão lenta ou intermitente o dia todo.

Há empresas que alegam congestionamento – o uso dos serviços online aumentou muito devido à pandemia – mesmo quando o motivo real não é este.

Depois do ciclone-bomba, no final de junho, ficou ainda pior em Santa Catarina.

Ora, se reconhecem que o serviço está falho, que tal dar desconto para o cliente? Procon, ajuda aí!

Já basta uma lei absurda que desobriga a operadora a prover totalmente a velocidade contratada em horários de pico. Pois nem com pico, nem sem pico: o cliente não recebe o que contrata.

O pagamento deveria ser feito por medição, como a água e a energia elétrica, e sob fiscalização externa, porque o consumidor perdeu a confiança nas empresas.

Não faz muito tempo, foi proibida a venda de novos planos de saúde enquanto o atendimento aos beneficiários existentes não fosse normalizado. Deveriam aplicar o exemplo neste caso.