Fortalecimento do comércio impulsiona crescimento da economia e emprego em Palhoça

Desde a década de 1980, a CDL do município participa ativamente da organização e desenvolvimento do setor e promove ações voltadas à melhoria da vida pública na cidade

Nona cidade mais populosa de Santa Catarina, com mais de 175 mil habitantes, Palhoça foi um dos municípios do Estado que mais cresceu nos últimos 40 anos.

Antes considerada uma “cidade dormitório”, onde seus habitantes passavam o pernoite e saíam pela manhã para trabalhar em outras localidades, hoje, em seu aniversário de 127 de emancipação política, o município comemora um ótimo desempenho econômico, mesmo em meio à pandemia de Covid-19, soluções inovadoras infraestrutura e é um grande centro urbano, polo turístico, de serviços, comércio e indústrias, que atrai cada vez mais visitantes, moradores e empreendimentos no Estado.

CDL participa ativamente na organização e desenvolvimento do comércio local e de ações voltadas à melhoria da vida pública de Palhoça – Foto: Divulgação/NDCDL participa ativamente na organização e desenvolvimento do comércio local e de ações voltadas à melhoria da vida pública de Palhoça – Foto: Divulgação/ND

Entre 2017 e 2018, o PIB (Produto Interno Bruto) palhocense saltou de R$ 4,8 bilhões para R$ 5,4 bilhões, de acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). Dados do Caged (Cadastro Geral de Empregados e Desempregados), compilados pela Secretaria de Trabalho do Ministério da Economia, apontam que a cidade teve saldo positivo entre admissões e demissões nos últimos meses e o estoque de empregos cresceu em 3.000 vagas em fevereiro deste ano, em relação ao mesmo mês no ano passado.

Palhoça registrou ainda a abertura de 2.167 empresas apenas durante o ano de 2020. O comércio foi um dos segmentos que mais cresceu no município e se fortaleceu principalmente a partir da década de 80, quando os comerciantes locais decidiram se unir e se mobilizar. De acordo com a CDL (Câmara de Dirigentes Lojistas) de Palhoça, apenas em 1982 foi realizada a primeira consulta de crédito de uma loja do município ao SPC (Serviço de Proteção ao Crédito) de Santa Catarina, por meio da CDL de Florianópolis.

Antes disso, conta a entidade, as vendas eram feitas com base apenas na confiança, o que, já naquela época, prejudicava os negócios. Gradativamente, outros comerciantes foram adotando o mesmo exemplo. Havia ainda, no entanto, um sério problema: o custo da consulta ficava caro, pois a ligação telefônica para Florianópolis era interurbana na época e a espera pelos dados solicitados era longa. Desta forma, alguns lojistas decidiram criar uma solução própria e fundaram, no dia 24 de novembro de 1987, a CDL de Palhoça.

Entidade também atua e organiza iniciativas em prol de campanhas para causas sociais, como o Outubro Rosa- Foto: Divulgação/NDEntidade também atua e organiza iniciativas em prol de campanhas para causas sociais, como o Outubro Rosa- Foto: Divulgação/ND

Pauta única para a cidade

Desde então, a Câmara de Dirigentes Lojistas participa ativamente não apenas contribuindo para a organização e desenvolvimento do comércio local, como também de ações voltadas à melhoria da vida pública de Palhoça. De acordo com o presidente da CDL do município, Almir Aniso Rosa, a associação atua em três frentes principais: os Serviços de Proteção ao Crédito, Qualificação dos Profissionais do Comércio e Defesa dos Interesses da Cidade. “A CDL está sempre à frente de seu tempo.

Outro ponto importante é a aproximação entre os empresários e o poder público. No momento, segundo a entidade, há uma união e mobilização dos comerciantes, junto à Prefeitura, pela definição de uma pauta única de prioridades para Palhoça, a fim de fomentar ainda mais esse crescimento e desenvolvimento do segmento e da cidade. “É fundamental essa comunicação e que as demandas sejam as mesmas, para que os investimentos sejam direcionados de forma correta, para as reais necessidades hoje do setor e do município”, destaca Rosa.

Segundo o Diretor de Comunicação e Marketing da entidade, o empresário Joel Aterino de Souza, a CDL de Palhoça está no momento desenvolvendo um grande projeto de inserção do pequeno empresário no mundo digital. “Isto vai permitir que muitos pequenos negócios, até então condenados pelo modelo tradicional de atuação e pela concorrência das grandes redes, possam também desenvolver suas atividades comerciais satisfatoriamente, a baixo custo, na nova realidade do terceiro milênio”, ressalta Souza.

Serviços e estrutura

A CDL de Palhoça tem como base os princípios cooperativistas e oferece aos seus associados vários serviços, como convênios de saúde e odontológicos, convênios com estabelecimentos privados de ensino e de saúde, assessoria jurídica, cobrança, certificação digital, Câmara de Mediação e Arbitragem, locação de salas de treinamento e espaço multiuso, informações atualizadas do setor, cursos técnicos e outros serviços que não param de crescer.

Estrutura da CDL de Palhoça para a realização de cursos e treinamentos – Foto: Divulgação/NDEstrutura da CDL de Palhoça para a realização de cursos e treinamentos – Foto: Divulgação/ND

Classificada pela FCDL (Federação Catarinense de Dirigentes Lojistas) entre as 10 mais bem-organizadas e mais atuantes do Estado, com os títulos de Utilidade Pública Municipal e Estadual, a entidade tem carro e sede próprios; esta última, com estrutura totalmente informatizada e tem participado de importantes lutas e conquistas para Palhoça.

Entre estas iniciativas estão a melhoria nas decorações natalinas, participação financeira na vinda do Corpo de Bombeiros para a cidade, abaixo-assinado contra o aumento abusivo dos salários dos vereadores, mobilização contra o aumento de impostos, por melhorias na segurança pública, no transporte coletivo e na implantação de um terminal urbano, entre muitas outras ações.

Comprometimento social

Além de organizar a classe e movimentos pela melhoria dos diversos segmentos da cidade, a CDL de Palhoça também tem um comprometimento social importante e promove campanhas anuais como a do Outubro Rosa, com ações que resultam na aquisição de exames de mamografia ou ultrassom de mama, que são doados às pacientes, com o objetivo de reduzir a fila de espera do município.

A entidade também apoia e ajuda o custeio mensal da Avos (Associação de Voluntários de Saúde do Hospital Infantil Joana de Gusmão) para o suporte a pacientes e familiares de crianças portadoras de câncer.

Realiza ainda campanhas anuais do Recicla CDL na Escola, na rede de ensino municipal, com concursos de desenho e redação sobre o tema da preservação ambiental, contribuindo para aumentar a consciência ecológica das crianças palhocenses.

A festa Stammtisch, voltada à preservação da cultura alemã no município e o Bazar Liquida Palhoça, maior evento de vendas a preços populares do município, são outras ações realizadas pela CDL de Palhoça.

Uma das ações realizadas pela CDL de Palhoça, Festa Stammtisch – Foto: Divulgação/NDUma das ações realizadas pela CDL de Palhoça, Festa Stammtisch – Foto: Divulgação/ND

Além disso, a associação é uma das patrocinadoras do Observatório Social do Brasil – Palhoça, que realiza um importante trabalho voluntário de acompanhamento das contas públicas municipais. “Nossa missão é defender os interesses dos lojistas associados por meio de uma estrutura eficiente, prestando serviços de qualidade e implementando ações que fortaleçam o comércio e o cooperativismo empresarial em Palhoça”, conclui o presidente da CDL de Palhoça, Almir Aniso Rosa.

+

É Top, É Palhoça