Joinville é a terceira cidade mais rica do Sul do país

A maior cidade de Santa Catarina desponta, em ranking do IBGE, como a terceira economia de toda a região

O ranking das cidades que mais geraram riquezas em 2018 foi divulgado pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) e Santa Catarina tem seis cidades entre as 20 primeiras apontadas pelo Instituto. No “Top 10”, três representantes catarinenses e entre elas, a mais bem colocada é a maior cidade do Estado. Joinville é a terceira cidade mais rica do Sul do país, atrás apenas de Curitiba e Porto Alegre.

Joinville é a cidade catarinense que mais gera riqueza e a terceira do Sul do país – Foto: Divulgação/NDJoinville é a cidade catarinense que mais gera riqueza e a terceira do Sul do país – Foto: Divulgação/ND

O levantamento, que é feito a cada dois anos, aponta a cidade como a líder do PIB (Produto Interno Bruto) em Santa Catarina. Em comparação com os dados anteriores, de 2016, Joinville teve alta de pouco mais de 22% no PIB, passando de R$ 25,2 bilhões para R$ 30,7 bilhões.

Os setores de serviços e indústria são responsáveis pelo desempenho do PIB catarinense. O Parque Perini abriga grande parte das grandes indústrias instaladas em Joinville. O maior parque empresarial multissetorial da América do Sul possui 240 empresas de diversos segmentos instaladas, como metal mecânico, plástico, automobilístico, químico e do setor logístico. Do total do PIB joinvilense, R$ 5,2 é gerado no parque.

“Joinville tem muitos atrativos, somos referência logística no país e desperta interesse de quem trabalha com o exterior muito pela proximidade com os portos de Navegantes e Itapoá”, fala Marcelo Hack, presidente do Parque Perini.

Além disso, Hack ressalta a qualidade da mão de obra disponível na cidade, com baixo custo. Ele salienta que Joinville tem um conjunto de fatores que a colocam no patamar de cidade que mais gera riqueza no Estado. “Há um conjunto de fatores que fazer a cidade a terceira mais importante economia do Sul do país. Joinville é vista como cidade modelo e nós vamos continuar sendo um dos grandes atratores de empresas”, avalia.

Para o presidente da Acij (Associação Empresarial de Joinville), Marco Antônio Corsini, a diversidade da economia joinvilense impulsiona o bom resultado e a manutenção dele. “Há importantes diferenciais, como a solidez de grandes indústrias, a permanente inovação que contribui para o surgimento de matriz econômica a partir de startups e o saudável complemento entre grandes, médias e pequenas empresas nas áreas de indústria, serviço e comércio”, analisa.

Joinville continua na liderança em Santa Catarina, à frente de Itajaí, Florianópolis e Blumenau, São José e Chapecó, as outras cidades catarinenses entre as 20 que mais geram riqueza.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Economia SC