Manifestação dos caminhoneiros: vai faltar combustível em Joinville?

Saiba se, com a paralisação que começou no dia 7 de setembro e continua nesta quarta-feira (8), o abastecimento de combustível pode ser afetado na região

A manifestação dos caminhoneiros começou na terça-feira (7) e continua nesta quarta-feira (8) em todo o país e, em Joinville e região, não é diferente. Com diversos pontos de bloqueio nas rodovias federais, principais vias de acesso entre as cidades catarinenses, a pergunta que não quer calar é: pode existir problema de abastecimento de combustíveis?

Abastecimento de combustível nos postos pode ser prejudicado com a paralisação – Foto: Carlos Jr./NDAbastecimento de combustível nos postos pode ser prejudicado com a paralisação – Foto: Carlos Jr./ND

A resposta preocupa os consumidores. De acordo com o Sindipetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina), há problemas na região. A base de armazenamento que fica em Guaramirim já foi afetada na manhã desta quarta-feira. “A base de Guaramirim já fechou de manhã, os caminhões não estão saindo para abastecer os postos. Nós estamos monitorando e pode ocorrer desabastecimento sim, como já ocorreu em 2018”, explica Pamela Alessandra Bento, gerente do Sindipetro.

Ela explica que algumas cidades da região podem ficar sem combustível já nos próximos dias se não houver normalização. Isso porque normalmente os postos recebem os caminhões diariamente e, sem o reabastecimento nesta quarta-feira, eles já terão que trabalhar com o estoque e, caso o problema de distribuição continue, Joinville e região podem ficar sem combustível. “Algumas cidades podem sim ficar sem combustível”, destaca.

As bases de Biguaçu e Itajaí estão funcionando normalmente, conta a gerente, porém, também enfrentam problemas porque as rodovias estão fechadas. Ainda na tarde desta quarta-feira, o Sindipetro deve entrar com uma liminar para liberação da base de Guaramirim.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC

Loading...