Mesmo com a pandemia, governo de SC apresenta alta no PIB

PIB catarinense cresceu 2,9% entre abril de 2020 e março de 2021; dados do IBGE mostram que a taxa de desemprego em Santa Catarina é a menor do país

Santa Catarina consolidou a retomada do crescimento econômico em 2021. Os principais indicadores do Governo Catarinense mostram a recuperação dos setores que compõem a base econômica do Estado. Com isso, a taxa de desemprego segue a mais baixa do país, segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Indústria cresceu 24,4% entre janeiro e abril – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/NDIndústria cresceu 24,4% entre janeiro e abril – Foto: Anderson Coelho/Arquivo/ND

A média nacional de desocupação fechou o primeiro trimestre do ano em 14,7% em Santa Catarina , 6,2% a menos da metade do registrado no resto do país. Entre janeiro e abril deste ano, outro dado positivo foi ressaltado: o Estado catarinense criou quase 100 mil vagas de emprego formais. É a maior variação do país, se considerados os dados relativos ao estoque de empregos.

Segundo o Boletim de Indicadores Econômico-Fiscais, divulgado pela Secretaria do Desenvolvimento Econômico Sustentável (SDE), o PIB catarinense cresceu 2,9% entre abril de 2020 e março de 2021, mesmo com a pandemia.

No caso da indústria, Santa Catarina apresentou o maior crescimento do país no acumulado até abril, com uma expansão de 24,4% na comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se do dobro da média nacional (12,15).

O comércio varejista ampliado, que engloba todas as atividades, inclusive materiais de construção e veículos, também cresceu 36,8% em Santa Catarina em abril, na comparação com o mesmo período de 2020.

No agronegócio, Santa Catarina segue como maior exportador de carne suína do Brasil, com 227,6 mil toneladas comercializadas para o exterior entre janeiro e maio (+14,7% em relação ao ano anterior). Em relação às exportações de frango, houve uma retomada do crescimento em maio, com um aumento de 13% no faturamento em relação a abril.

+

Economia SC

Loading...