Mulheres nas cooperativas: conheça o histórico da presença feminina no cooperativismo

Eliza Brieley, integrante da primeira iniciativa cooperativista do mundo – Foto/Divulgação: NDEliza Brieley, integrante da primeira iniciativa cooperativista do mundo – Foto/Divulgação: ND

Mesmo num período em que as conquistas femininas ainda estavam se firmando, a primeira iniciativa cooperativista no mundo, a “Sociedade dos probos de Rochdale” tinha a presença de uma mulher. Eliza Brierley era a única mulher do grupo de tecelões na Inglaterra formado por 28 membros. 

Na época, as mulheres não possuíam direitos legais ou civis e eram completamente excluídas da participação econômica igualitária na sociedade, além de serem tratadas como propriedade de seus pais e maridos.

A participação de Eliza Brierley no movimento cooperativista motivou outras mulheres a se encorajaram a participar ativamente das cooperativas, uma delas foi Alice Acland. Alice foi responsável por fundar a Aliança Cooperativa das Mulheres, organizando assim a primeira reunião feminina dedicada ao movimento cooperativo, em 1883, em Edimburgo.

No sistema cooperativista não há distinção de raça, classe ou gênero, logo a participação de mulheres é igualitária. Atualmente no Brasil existem mais de 6 mil cooperativas compostas por mais de 14 milhões de cooperados, sendo que 4,8 milhões são mulheres.

Dados de 2018 publicados no Anuário do Cooperativismo Brasileiro mostram que as mulheres são 36% dos cooperados, porém o número representa um aumento já que em 2014, o percentual de participação feminina era de 33%. 

Em relação aos empregos gerados pelo cooperativismo no Brasil, as mulheres atingem a marca de 48% de vagas preenchidas. Desse número, somente 24% faz parte da direção das cooperativas.

Em Santa Catarina o cooperativismo encerrou o ano de 2019 com 2.708.071 milhões de associados, dos quais 1.085.957 milhões são mulheres (39%). A presença feminina está maior nas cooperativas de consumo já que somam 47,62% de associadas. Os dados fazem parte da Organização das Cooperativas de Santa Catarina publicados neste ano. 

Sicoob Advocacia dá destaque para as mulheres da cooperativa de crédito

Advogada Eliane Velho utiliza serviços da cooperativa de crédito dos advogados – Foto/Reprodução: NDTVAdvogada Eliane Velho utiliza serviços da cooperativa de crédito dos advogados – Foto/Reprodução: NDTV

Desde as primeiras reportagens do projeto que apresenta as cooperativas, realizado em parceria com o Sicoob Advocacia, a presença feminina se mostrou marcante. As advogadas cooperadas Eliane Velho e Luciana de Quadros e a gerente do setor comercial do Sicoob Advocacia, Aline Pires, foram entrevistadas. Nas reportagens, elas contaram as experiências que tiveram com a cooperativa. Os conteúdos que foram veiculados na NDTV Record TV estão disponíveis no site especial do projeto.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo

+

Sicoob Advocacia