Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


O justo protesto do oeste catarinense: abandonado pelos governos

Presidente da Aurora, Neivor Canton, retrata a dramática situação do oeste catarinense

É crescente a indignação do setor produtivo e a revolta da população do oeste catarinense com o tratamento cada vez pior que vem recebendo. De todos, federais e estaduais, dos atuais e dos anteriores.
Um novo clamor por mais atenção às inaceitáveis deficiências da região mais rica no Brasil em produção de proteína animal partiu esta semana do presidente da Cooperativa Aurora, Neivor Canton. Queixa-se, com razão, da representação politica.
O artigo protesto contém verdades irrefutáveis. Alguns trechos: 1.“O abandono crônico levou a região a acalentar o sonho da desanexação do território barriga-verde para a criação do Estado do Iguaçu na segunda metade do século passado. Para neutralizar esse sentimento separatista, o governador Celso Ramos criou em 1963 a Secretaria dos Negócios do Oeste, responsável pela abertura de estradas, construção de linhas de energia elétrica, de escolas, centros de saúde, quartéis etc.”
2, “As estradas da região não fazem justiça à intensidade das riquezas que nelas transitam 24 horas por dia. Inexistem ferrovias. A água potável para o consumo humano é escassa e a precariedade da energia limita a expansão empresarial. Como investir em uma porção do País com tantas deficiências?”
3. “A malha rodoviária estadual está completamente danificada, em centenas de trechos o pavimento asfáltico esboroou-se, a sinalização vertical e horizontal desapareceu e o mato avançou sobre a pista de rolamento.”
4.”Nesse cenário de tantas dificuldades já ocorre a fuga de investimentos, basta ver o número de empreendimentos que as agroindústrias nascidas em solo catarinense já empreenderam no Brasil Central, onde a infraestrutura é melhor e há abundância de grãos, principal insumo da produção de aves e suínos.”
O procedente protesto, para ser subscrito com aplausos, está publicado na íntegra no meu blog no Portal NDmais.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.