Sabrina Aguiar

sabrina.aguiar@ndtv.com.br Coluna sobre os assuntos de Joinville e região. A economia, segurança pública, política e todos outros fatos por quem vive e pensa sobre as cidades.


Os R$ 50 milhões para a BR-280 ainda são pouco

Do total assinado nesta quarta (15), pelo Ministro da Infraestrutura, o Norte Catarinense deve aguardar mais uns bons anos para concretizar a tão sonhada duplicação

A formalização nesta quarta (15) pelo Ministro da Infraestrutura, Tarcísio de Freitas, para transferência de R$ 465 milhões, em recursos estaduais, para as rodovias federais de Santa Catarina merece aplausos pelo montante, mas frustra a região Norte pela diferença de recursos considerável.

Enquanto R$ 300 milhões são para a duplicação da BR-470, os R$ 50 milhões para a BR-280 no trecho Norte representam muito pouco para a obra que possui anos de espera e muita necessidade.

Obras continuam em atraso no trecho da BR-280 – Foto: NDTV/ReproduçãoObras continuam em atraso no trecho da BR-280 – Foto: NDTV/Reprodução

Há anos não é mais um fluxo de temporada de verão. A rodovia liga ao porto de São Francisco do Sul, eleito recentemente o terceiro melhor do país. Título do Prêmio Portos + Brasil e que foi entregue pelo próprio Ministério da Infraestrutura em Brasília. Como então não imaginar que o chega e vai de cargas precisa de um acesso adequado, acompanhando o desenvolvimento da região? É necessário a tantos veículo pesados que passam por ali todos os dias.

O atraso na obra é histórico e a cada ano aumenta seu custo, mas os repasses só diminuem, além dos entraves. Por outro lado, o tanto que contribui pela economia que passa de São Francisco do Sul até Jaraguá do Sul, onde há o projeto da duplicação, não é nem um pouco proporcional ao que retorna.

A informação do próprio ministro Tarcísio é que neste caso, o recurso que está vindo via estado não pode ser aplicado em desapropriação. A esperança é uma proposta do orçamento que está em tramitação no Congresso Nacional. Só em desapropriações são cerca de R$ 180 milhões.

Somando os R$ 50 milhões do estado agora e mais esse valor que pode  passar do Congresso chega-se a cerca de R$ 230 milhões. A expectativa é de que até o fim deste ano a duplicação caminhe um pouco mais. O deputado federal Carlos Chiodini (MDB) que preside a comissão de Viação e Transportes na Câmara dos Deputados conversou pessoalmente com o Ministro e cobrou a vinda dele para verificar de perto a realidade das obras na 280.

Chiodini explicou que esses 5o milhões de reais irão para o trecho que liga a São Francisco do Sul, onde há muito congestionamento, principalmente no trecho onde há o Instituto Federal em Araquari.

Porém, de mais próximo mesmo de realizar grande parte da obra é o trecho em Jaraguá do Sul. A perfuração do primeiro túnel pode acontecer nos próximos meses e do outro no início de 2022. O ministro disse que acompanha de perto para ver a duplicação da BR-280, no litoral Norte acontecer.

Se até o presidente Jair Bolsonaro incluiu essa parte do litoral como roteiro de descanso e lazer por duas vezes na praia do Forte, nada mais justo que os olhares se voltem por uma necessidade econômica. Inclusive numa de suas estadias, ele mesmo ligou para o ministro ao lado de apoiadores para cobrar a duplicação da BR-280. Todos daqui estão juntamente nessa expectativa.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...