Palhoça se destaca por modelo inovador de administração

Município é referência em gestão técnica e moderna 

Parque do Madri, uma das novas áreas de lazer construídas na cidade seguindo tendências de urbanismo de outras cidades inovadoras – PMP/Divulgação/ND

Nos últimos anos, os índices de desenvolvimento da prefeitura de Palhoça, na Grande Florianópolis, mostram que o modelo inovador de gestão é eficaz. A cidade é destaque no cenário nacional e referência em gestão técnica e moderna, que garante a eficiência de projetos planejados a curto, médio e longo prazo.

INFRAESTRUTURA

 MOBILIDADE URBANA – Pavimentação asfáltica e a paver de mais de 500 ruas, incluindo drenagem da água pluvial, sinalização, calçadas padronizadas e corredores de ônibus;

– Avenida das Torres conectando vários bairros da cidade;

– Novas rótulas nos principais pontos de intersecção;

– Conexão do loteamento Nova Palhoça à Barra do Aririú;

– Duas ligações da marginal da BR 101 ao centro da cidade;

-Mais de R$ 50 milhões foram investido em infraestrutura viária.

SAÚDE – Oito novos postos de saúde nos bairros Passagem do Maciambu, Barra do Aririru, São Sebastião, Alto Aririu, Passa Vinte, Aririu, Caminho Novo e Guarda do Cubatão.

-Duas novas Unidades de Pronto Atendimento (UPA) 24h construídas, uma já inaugurada no bairro Bela Vista e outra em finalização na Praia do Sonho.

Município investiu R$ 4 milhões em educação, com a criação de 12 novas creches, reforma e ampliação de quadras de esporte, novas vagas, entre outras melhorias – PMP/Divulgação/ND

EDUCAÇÃO – Cerca de R$ 4 milhões de reais  investidos;

-Criação de cinco mil novas vagas de educação infantil e ensino fundamental;

– Construção de 12 novas creches;

-Reforma e ampliação de escolas e quadras, inclusive durante a pandemia, que vão melhorar o processo de aprendizagem;

-Climatização de todas as salas de aula.

-Alimentação escolar com qualidade reconhecida, com cardápios desenvolvidos por nutricionistas, específicos para cada faixa etária, e alterados semanalmente; Compra, estocagem e distribuição gerenciados por software = produtos orgânicos, frescos e saudáveis; Merendeiras recebem cursos de atualização todos os anos.

os últimos anos, os índices de desenvolvimento da prefeitura de Palhoça, na Grande Florianópolis, mostram que o modelo inovador de gestão é eficaz – PMP/Divulgação/ND

ÁREAS DE LAZER – Revitalização de espaços públicos como o centro histórico e o Mercado Público;

– Novas áreas de lazer como quatro parques, doze praças,  quadras de areia, grama sintética e pistas de skate;

– Passeios (calçadas) padronizados acessíveis e ciclovias, seguindo tendências de urbanismo de outras cidades inovadoras, com estruturas pensadas na valorização de pedestres e ciclistas.

ORLA MAIS ILUMINADA DO PAÍS – uma das orlas mais iluminadas do Brasil, com  tecnologia moderna e sinalização que garante a segurança, o conforto e a qualidade de vida de moradores e turistas, e favorecem a prática de atividades físicas nas diversas praias do município.

ÁGUA TRATADA PARA O SUL DO MUNICÍPIO – Estação de Tratamento de Água (ETA) no Morretes construída para distribuir água tratada para mais de 40 mil pessoas na Guarda do Embaú, Praia de Cima e Pinheira. Projeto total vai abranger mais de 80 mil pessoas até a Praia do Sonho.

FIM DA INDÚSTRIA DE MULTAS –  Prefeitura de Palhoça retirou as lombadas eletrônicas e pardais do perímetro urbano do município, sem registro de aumento no número de acidentes.

EMPREENDEDORISMO, INOVAÇÃO E GERAÇÃO DE EMPREGOS

A inovação somada à valorização do empreendedorismo e o aumento no número de vagas no mercado de trabalho, faz de Palhoça um município que atrai moradores e investidores pela qualidade de vida oferecida.

O fomento ao empreendedorismo com leis municipais que favorecem empresas inovadoras, incentivos fiscais, agilidade na abertura e no atendimento de pequenos e grandes empreendimentos, além do custo fixo menor, permitem que a cidade seja competitiva no mercado. Há mais de 22 mil empresas ativas no município, gerando a oportunidade para mais de 43 mil postos de trabalho.

“Conseguimos atrair grandes e importantes negócios, porque criamos um programa de incentivos fiscais e econômicos, garantimos uma legislação moderna e segurança jurídica, que tornam nossa cidade um ambiente favorável para empreender”, avaliou o prefeito Camilo Martins.

“Os incentivos na cidade me deixaram seguro e motivado para dar um salto nos negócios. Essas iniciativas, aliadas à segurança jurídica, funcionam como uma espécie de incubadora, estimulando o desenvolvimento das empresas nas primeiras etapas de suas vidas”, afirma Laércio Pereira Júnior, empresário do mercado de automóveis há mais de duas décadas no município e que, nos últimos anos, desenvolveu um aplixativo que facilita a compra e a venda de veículos entre lojistas de todo o país.

CIDADE INTELIGENTE

A valorização dos espaços turísticos e públicos vem ao encontro do que significa ser uma cidade inteligente. O conceito Smart City tem sido cada vez mais incorporado nas gestões de pequenos e grande centros urbanos, quando  gestores são desafiados a incluir a sociedade no centro do desenvolvimento de suas ações, buscando integrar tecnologias de planejamento colaborativo com a comunidade.

ILUMINAÇÃO PÚBLICA – Palhoça, que já é referência de inovação, assinou o contrato de licitação para a concessão de iluminação pública no município, programa que é considerado a maior Parceria Público-Privada (PPP) de Santa Catarina. O projeto foi aprovado por unanimidade pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE-SC) que, inclusive, o utilizará como modelo para outros municípios.

A melhoria na prestação deste serviço público vai resultar em uma redução de 60% do consumo de energia elétrica do município,  a substituição de toda iluminação por tecnologia LED e, ainda, a redução do valor da Contribuição para o Custeio do Serviço de Iluminação Pública (Cosip), em 40%. “Essas novas tecnologias fomentam o desenvolvimento do comércio e turismo, vão iluminar as festividades culturais, além de aumentar a sensação de segurança nas vias públicas do município e, consequentemente, a qualidade de vida da população”, concluiu o prefeito.

PARCERIA PÚBLICO-PRIVADA – As PPP’s são contratos de concessão administrativa do setor público para a iniciativa privada, que possibilitam a realização de serviços mais qualificados por empresas técnicas e com menor custo.

Os projetos buscam por soluções inovadoras e eficientes para modernizar os serviços públicos de infraestrutura, essenciais para o crescimento da cidade, e são possíveis graças às parcerias com a iniciativa privada, que estão presentes em países desenvolvidos como Inglaterra, França e em diversos outros países desde os anos 80. No Brasil, há legislação vigente regulamentando e incentivando a prática desde 2004 e em Palhoça a iniciativa funciona como a solução para problemas que demandam altos investimentos e expertise.

+

Aniversário ND