Preço das passagens internacionais despenca em SC: confira valores e destinos

Pesquisa abordou preço do ticket médio saindo do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis, entre dezembro e fevereiro de 2022

A reabertura das fronteiras de países europeus e a melhora na situação da pandemia do coronavírus resultou no aumento de buscas por passagens aéreas internacionais entre os pesquisadores de Santa Catarina. Além disso, o preço médio para os países do Velho Continente despencaram em relação ao mesmo período de 2019.

Pesquisa levou em consideração voos partindo do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis (foto) – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Divulgação/NDPesquisa levou em consideração voos partindo do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis (foto) – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Divulgação/ND

De acordo com o levantamento realizado pelo buscador de viagens Kayak, entre o dia 6 de outubro e a última quinta-feira (14), dos oito destinos internacionais mais procurados por viajantes da Capital, apenas a Argentina registra aumento no preço médio do ticket, sendo um acréscimo de 11%.

Enquanto viajar para a capital da Argentina ficou mais caro, o preço médio da passagem para Porto, em Portugal, despencou 28%, sendo possível encontrar por pouco mais de R$ 5 mil. Além disso, a busca pelo destino lusitano cresceu em 265%.

Ainda conforme a pesquisa levantada pela Kayak, as passagens para Santiago, no Chile, também destacaram-se pela queda no preço, custando em média R$ 1.572, ou seja, 17% mais barato em relação ao mesmo período de 2019.

Veja os destinos internacionais mais pesquisados em Florianópolis

Vale ressaltar que pesquisa considerou as datas entre o dia 1º de dezembro e 28 de fevereiro de 2022 e saindo do Aeroporto Internacional Hercílio Luz, em Florianópolis. O levantamento compara as pesquisas e preços entre o período de 2019 e 2021. Os valores correspondem ao preço médio da passagem para os dias entre 1º de dezembro e 28 de fevereiro:

Lisboa, Portugal: R$ 4.821;

Buenos Aires, Argentina: R$ 2.327;

Cancun, México: R$ 5.062;

Paris, França: R$ 5.150;

Santiago, Chile: R$ 1.572;

Miami, Estados Unidos: R$ 5.371;

Madri, Espanha: R$ 4.741;

Porto, Portugal: R$ 5.038.

Viagens para destinos nacionais

Já em consideração aos destinos nacionais, Belo Horizonte, em Minas Gerais, registrou uma queda de 21% do preço médio, sendo possível encontrar passagens por menos de R$ 880.

Por outro lado, Belém, no Pará, ficou 26% mais caro em comparação ao período de 2019. O preço médio do ticket para a cidade é de R$ 1.832. Apesar disso, todas os 10 destinos mais pesquisados registraram um grande aumento de busca.

Mesmo com os valores em queda, ainda é mais caro viajar para Fortaleza, no Ceará, do que para o Chile, por exemplo. Veja a tabela de preço médio:

Rio de Janeiro, Rio de Janeiro: R$  822,8;

São Paulo, São Paulo: R$ 698;

Salvador, Bahia: R$  1.668,7;

Recife, Pernambuco: R$ 1.928,9;

Maceió, Alagoas: R$ R$ 1.972,9;

Belém, Pará: R$ 1.832,6;

Fortaleza, Ceará: R$ 2.024,6;

Natal, Rio Grande do Norte: R$ 2.224,2;

Belo Horizonte, Minas Gerais: R$ 877,8;

Brasília, Distrito Feral: R$  1.122.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC

Loading...