Prêmio reconhece eficiência do Porto de São Francisco do Sul

Resultados financeiros, operacionais, de gestão e eficiência administrativa classificaram o Porto de São Francisco do Sul como um dos melhores do País

Com área aproximada de 244 mil metros quadrados, o maior terminal portuário de Santa Catarina está na região Norte de Santa Catarina. O Porto de São Francisco do Sul conta com sete berços de atracação de navios e é reconhecido nacionalmente pela eficiência que alavanca o crescimento tanto do porto quanto do Estado. 

Em 2019, a movimentação de cargas entre os portos de Santa Catarina atingiu a marca de 38 milhões de toneladas e São Francisco do Sul foi responsável por 50% deste volume.

porto Eficiência operacional tem reduzido as filas de navios no Porto de São Francisco do Sul. – Foto: Reprodução vídeo/ND

Porto e São Chico, aliás, têm uma história de vida juntos. Prestes a completar 66 anos de existência (1° de julho), netos, bisnetos daqueles que começaram hoje trabalham lá. 

“O Porto de São Francisco está inserido em uma baía maravilhosa (Baía da Babitonga). Esta baía tem um calado que oferece segurança de navegação que pouco se vê ao redor do país. É um porto que tem uma localização estratégica dentro do comércio exterior e que conseguiu conciliar crescimento com eficiência da operação”, destaca Fabiano Ramalho, presidente do Porto São Francisco do Sul.

Segundo ele, atualmente há uma fila muito pequena de navios e isto se deve à eficiência operacional. 

Fabiano Ramalho,Fabiano Ramalho, presidente do Porto de São Francisco do Sul. – Foto: Jonathan Rocha/NDTV Record Joinville

No final do ano passado, a eficiência do porto foi reconhecida com o prêmio “Porto + Brasil”, criado pelo governo federal em 2019 como estímulo para classificar e destacar os melhores portos públicos brasileiros referente ao desempenho no Índice de Gestão das Autoridades Portuárias (IGAP).

A avaliação leva em consideração resultados financeiros, operacionais, gestão e eficiência administrativa. É um conjunto de índices que formam ranking e medem a qualidade de gestão dos portos.

Entre os diferenciais da gestão do Porto de São Francisco do Sul, estão três pilares: gestão de pessoal (identificar competências corretas para os cargos); revisão de contratos e procedimentos a fim de identificar eventuais ajustes; e fortalecimento da governança corporativa, ou seja, como empresa o porto precisa seguir processos corporativos.

Tudo isso para dotar o porto de gestão e eficiência operacional.

“O porto vive de carga. Então, todo o planejamento tem como finalidade resultar em uma operação mais eficiente, menos custosa para operadores portuários, para o exportador e ágil no embarque e desembarque a fim de não formar filas como se vê em outros portos”, conclui Fabiano Ramalho.

A realidade é que o Porto de São Francisco tem uma representatividade forte no cenário nacional e muito desse crescimento e eficiência passam pelo trabalho dos operadores portuários que têm relação direta com o porto, trabalhando no carregamento e descarregamento de cargas.

“Percebo um esforço muito grande em eficiência, melhoria de resultados, transparência. Conseguimos enxergar um interesse pela melhoria constante”, frisa Roberto Lunardelli, diretor da Litoral Soluções em Comércio Exterior Ltda. 

O prêmio, continua Lunardelli, mostra a importância que o porto tem no cenário nacional. “Mesmo em um ano de pandemia, atípico para o mercado internacional, apresentou crescimento.”

Roberto Lunardelli, diretor da Litoral Soluções em Comércio Exterior Ltda.  – Foto: Reprodução vídeo/NDRoberto Lunardelli, diretor da Litoral Soluções em Comércio Exterior Ltda.  – Foto: Reprodução vídeo/ND

A Litoral é um operador portuário, cumpre com a legislação e requisitos específicos para fazer o carregamento e descarregamento dos navios,  atividade que desenvolve há mais de 34 anos. A empresa também tem outras atuações complementares relacionadas a comércio exterior, como serviço de despachante e agenciamento de navios.

Para Lunardelli, o porto de SFS tem muito potencial e vem em um  crescimento constante.

“Há movimentos recentes e investimentos planejados. O porto está no caminho certo para cada vez mais entregar melhoria de produtividade e movimentação, índices relevantes para o crescimento e atratividade. Do nosso lado, como operador portuário, também buscamos melhoria contínua, como giro maior das cargas e dos navios no porto”, conclui Lunardelli, lembrando que recentemente a Litoral bateu um recorde histórico em descarga de navio granel.

Representa 70% da economia do município

O porto movimenta a economia e atrai trabalhadores desde o início dos anos 50, quando iniciou as operações. O quadro de funcionários conta com 185 servidores públicos, 68 contratados com carteira assinada e 673 prestadores de serviço.

Segundo entidades que representam os trabalhadores e as empresas do município, o porto representa 70% da economia de São Francisco do Sul. 

“As empresas gravitam em torno do Porto, não só aquelas que trabalham diretamente com atividade portuária, mas os operadores portuários, os despachantes, os tribunais de cargas transportadores, toda economia, desde o pequeno empresário até o grande empresário, supermercados e tudo mais. Se o Porto está bem São Francisco está bem”, sustenta João Ricardo de Andrade Chaves, presidente da Associação Empresarial de São Francisco do Sul (Acisfs).

João Ricardo de Andrade Chaves, presidente da Associação Empresarial de São Francisco do Sul – Foto: Reprodução vídeo/NDJoão Ricardo de Andrade Chaves, presidente da Associação Empresarial de São Francisco do Sul – Foto: Reprodução vídeo/ND

“Ao todo, podemos dizer que o porto movimenta diretamente e indiretamente mais de 10 mil trabalhadores. Não só dentro de São Francisco, mas ele tem capacidade de envolver produtores, trabalhadores fornecedores e carregadores de toda região”, complementa Antônio Luiz Battisti, presidente do Sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público de Santa Catarina. 

Números

  • FATURAMENTO
    R$ 100.627.473,93 (2020)
    R$ 70.901.781,80(2019)
  • MOVIMENTAÇÃO
    11.924.787 (2020)
    11.263.902 (2019)

No começo das atividades do porto, os produtos que lideravam as exportações eram madeira e erva mate. Hoje, o que se destaca são os grãos seguidos por produtos siderúrgicos, fertilizantes, adubos e celulose.

O porto teve um crescimento de mais de 41% no faturamento e um aumento de 5,87% na movimentação geral em 2020, comparando com o mesmo período de 2019 . Entre as principais mercadorias, destaque para a soja, que teve um crescimento de 33,13%.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC