Produtores rurais de SC poderão emitir notas fiscais manuais

A medida vale para o Programa de Aquisição de Alimentos, o PAA, e deve seguir auxiliando os trabalhadores da agricultura familiar em Santa Catarina

A partir de agora, os produtores rurais de Santa Catarina já estão dispensados da emissão de Nota Fiscal de Produtor Eletrônica (NFP-e) . A medida, divulgada na terça-feira (27), vale para vendas de produtos da agricultura familiar para execução do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) do Governo Federal.

A permissão foi dada por conta de um regime especial concedido pela  SEF (Secretaria de Estado da Fazenda). O anúncio foi feito durante reunião extraordinária do Consea/SC (Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional de Santa Catarina).

Programa serve para apoiar a agricultura familiar no Estado – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação/NDPrograma serve para apoiar a agricultura familiar no Estado – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Secom/Divulgação/ND

Segundo a SEF, o regime prevê que os produtores rurais poderão continuar emitindo Nota Fiscal de Produtor manual, em substituição à NFP-E.

O secretário de SDS (Estado do Desenvolvimento Social), Claudinei Marques, explicou: “conseguimos junto à Secretaria de Estado da Fazenda autorização para aceitação da nota fiscal manual em blocos, exclusiva para o PAA. Será feito o cadastro dos produtores que participam do programa, para poderem emitir a nota fiscal em bloco”, disse.

Os municípios que não encaminharam a prestação de contas serão contatados, e devem informar tem interesse ou não em continuar no programa. Depois, haverá realocação de recursos para os municípios.

O PAA é um programa do governo federal, executado em Santa Catarina, que promove a compra de alimentos da agricultura familiar como estratégia de combate à fome e à desnutrição. Os produtos são destinados para instituições sócio assistenciais e para equipamentos públicos de segurança alimentar e nutricional.

+

Economia SC

Loading...