Programa auxilia mulheres a empreender profissionalizar e impulsionar os negócios

Desde 2018, o Sebrae Delas tem por objetivo aumentar a probabilidade de sucesso de ideias e empresas lideradas por mulheres

Um programa dedicado para mulheres empreendedoras – Foto/Divulgação: ND Um programa dedicado para mulheres empreendedoras – Foto/Divulgação: ND 

Apesar dos muito desafios ainda enfrentados hoje pelas mulheres para empreender como mais tempo dedicado à família, às atividades de casa e a dificuldade para acessar crédito, nos últimos dois anos, a proporção de mulheres empreendedoras que são “chefes de domicílio” passou de 38% para 45%, apontam dados do Sebrae (Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Mesmo tendo conquistado cada vez mais espaço na sociedade, em cargos que antigamente eram predominantemente ocupados por homens, na política  – de acordo com a Justiça Eleitoral, no pleito deste ano as mulheres representam 33,6% do total de 557.389 candidaturas, superando o maior índice das três últimas eleições – e todos os segmentos econômicos, elas ainda sofrem com o preconceito e desigualdade no mercado de trabalho. Em tempos de crise, como neste ano, durante a pandemia do coronavírus, estas situações se acentuam.

Separamos materiais exclusivos, que você pode ter acesso de graça através do formulário abaixo!

Separamos materiais exclusivos, que você pode ter acesso de graça através do formulário abaixo!




    Segundo a PNADC (Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua), no primeiro trimestre de 2020, o número de mulheres que perderam o trabalho foi 25% maior que o de homens, aumentando a probabilidade de busca do empreendedorismo por necessidade pelas mulheres, muitas delas chefes de família.

    Por isso, destaca o Sebrae/SC, fomentar o empreendedorismo feminino é fundamental para que as mulheres possam aumentar seus rendimentos, gerar empregos, ter sustentabilidade no mercado e, sobretudo, ser independentes e protagonistas de suas vidas.

    Para auxiliar as mulheres em todos estes processos, a regional do órgão em Santa Catarina investe no empreendedorismo feminino por meio do Programa Sebrae Delas Mulher de Negócios, Desenvolvendo Empreendedoras Líderes Apaixonadas pelo Sucesso, um programa de aceleração com o objetivo de aumentar a probabilidade de sucesso de ideias e negócios liderados por mulheres. A iniciativa busca valorizar as competências, comportamentos e habilidades das mulheres, difundindo e profissionalizando o empreendedorismo feminino.

    Na Grande Florianópolis, o programa começou em 2018, com 378 empreendedoras da região. Durante a pandemia, passou por adequações e foi lançada uma edição especial, que selecionou 500 novas empreendedoras de todo o Estado.

    União para impulsionar os negócios

    A Amanda Magalhães é uma destas mulheres que decidiram investir no negócio próprio. Há menos de um ano, mesmo em meio à pandemia, ela tomou coragem e abriu uma fábrica de chocolate artesanal, em Florianópolis, a Toré, onde faz todo o processo para a fabricação do produto, do grão de cacau à barra. “Depois de 11 anos na empresa onde eu trabalhava senti essa necessidade de fazer algo a mais, de me desafiar, de atuar em algo que me motivasse. Isso despertou depois da maternidade, que me fez olhar para mim com outros olhos e outras prioridades”, afirma Amanda.

    Para fazer essa transição e abrir a empresa, ela buscou o apoio do programa Sebrae Delas Mulher de Negócios.  Ela conta que o suporte do órgão trouxe conhecimento e força para lançar o produto, apesar dos desafios da atual situação vivenciada em todo o mundo.

    Segundo ela, desde então, fechou várias parcerias, montou um site e as venda estão em franco crescimento. “Os resultados que o Programa Sebrae Delas me proporcionou é difícil mensurar em números. Mas ganhei tanta coisa, passei por uma transformação tão grande durante esse programa que, além de benefícios técnicos que eu esperava e recebi, essa rede, esse apoio, essa união feminina é muito rica”, destaca.

    Auxílio durante a pandemia

    O Sebrae Delas Mulher de Negócios também faz parte do Retoma Santa Catarina, uma iniciativa lançada em junho deste ano, durante a pandemia, e que se estenderá até 31 de janeiro de 2021, e reúne diversas ações, soluções e capacitações, todas gratuitas e on-line, acessíveis a todos os interessados em estudar, melhorar e evoluir no novo panorama da economia de Santa Catarina.

    Um apoio não apenas para driblar as dificuldades deste período, mas para preparar as empresas pra uma realidade diferente, com novas demandas e exigências do consumidor.

    Conforme o Sebrae/SC, o objetivo é estimular a retomada da economia do Estado por meio de ações estruturadas de suporte à reestruturação dos pequenos negócios para a nova realidade do mercado. Entre as estratégias de recuperação estão o acesso ao crédito, novos modelos de negócios, colaboração criativa, transformação digital e capacitação de equipes.

    “O Retoma é um conjunto de ações de forma organizada a atender as dores do empresário durante a pandemia. O Sebrae, junto às federações e associações empresariais, buscou alinhar seu atendimento de forma a trazer informação e atendimento a todas essas empresas mais impactadas”, esclarece Paulo César Sabattini Rocha,  Gerente de Desenvolvimento Regional do Sebrae/SC.

    A ação é mais uma oportunidade oferecida pelo órgão para que o empresário possa aprender, recomeçar e repensar o negócio neste momento desafiador para o mercado. “Nós temos ferramentas que vão permitir que ele reflita, repense seu negócio, como vem atuando, como quer atuar daqui para frente, para isso o Sebrae tem inúmeros produtos e serviços oferecidos tanto de forma gratuita e outros que ele pode escolher dentro de um portfólio de produtos do Sebrae”, acrescenta Rocha.

    Sebrae Delas Mulher de Negócios

    Pilares do Projeto

    Portrait of a confident young woman standing in the doorway of a coffee shop – Foto: Getty Images/NDPortrait of a confident young woman standing in the doorway of a coffee shop – Foto: Getty Images/ND

    O Sebrae Delas Mulher de Negócios é voltado para o despertar e o fortalecimento da cultura empreendedora das mulheres. As ações do programa estão fundamentadas em três pilares, que buscam colocar em comunhão os saberes e a força feminina direcionada para seus negócios:

    EU – o que a mulher precisa desenvolver em sua vida, carreira, família, saúde e outros aspectos de sua vida. Os conteúdos trabalhados nesse pilar estão alinhados aos conceitos da Psicologia Positiva.

    MEU – o que envolve o meu negócio, ideia e projeto. Os conteúdos trabalhados nesse pilar estão alinhados ao caminho do empreendedor visando alcançar a maturidade e crescimento do negócio.

    NÓS – assuntos que envolvem o universo da comunidade feminina. Os conteúdos aqui trabalhados visam à conexão entre as participantes e também à sua conexão com outras empreendedoras, a fim de construir e fortalecer redes de empreendedorismo feminino.

    Acesse e receba notícias de Florianópolis e região pelo WhatsApp do ND+

    Entre no grupo

    +

    Sebrae + Gestão