Programa concede R$ 2 milhões em apoio financeiro a micro e pequenas empresas de SC

Recursos disponibilizados pelo Estímulo 2020 contribuíram para a manutenção de mais de 385 empregos no Estado

Um programa de apoio financeiro concedeu R$ 2 milhões para 29 micro e pequenas empresas de Santa Catarina em seu primeiro mês de atuação no Estado.

Os recursos disponibilizados pelo Estímulo 2020, organização sem fins lucrativos e primeiro fundo 100% privado do Brasil de apoio ao micro e pequeno empreendedor, contribuíram para a manutenção de mais de 385 empregos.

Programa concede R$ 2 milhões em apoio financeiro para micro e pequenas empresas de SC em seu primeiro mês de atuação – Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Divulgação/ SecomPrograma concede R$ 2 milhões em apoio financeiro para micro e pequenas empresas de SC em seu primeiro mês de atuação – Foto: Ricardo Wolffenbuttel / Divulgação/ Secom

Lançado no dia 11 de maio, o projeto teve como o principal objetivo apoiar financeiramente e capacitar microempreendedores catarinenses. Além de Santa Catarina, o fundo já está disponível em outros estados como Ceará, Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo.

Diego Mondo, empresário catarinense e primeiro empreendedor a receber o apoio financeiro no Estado, conta que desde 2015 possui uma rede de ótica com cinco lojas e 20 funcionários. Com a crise causada pela pandemia da Covid-19, o empresário revela que manter todos os empregos foi uma batalha.

“Conseguimos manter todos os funcionários e o apoio do Estímulo 2020 chegou no momento certo. Aplicaremos este recurso para dar um gás na nossa empresa. É muito difícil empreender no Brasil e por isso agradeço a todos apoiadores e ao time Estímulo 2020 por chegarem a Santa Catarina.” disse Diego.

A lista de parceiros da iniciativa em Santa Catarina envolve empresas como Engie, Brametal, Irani Papéis, Portobello, Koerich e ORCALI os parceiros institucionais LIDE SC, LIDE Solidariedade, FIESC, Instituto Guga Kuerten, Junior Achievement e Projeto Resgate.

Captação de recursos

O programa projeta captar R$ 5 milhões e está aberto a novas doações, inclusive de pessoas físicas, para ampliar o montante a ser emprestado.

“Entendemos as dificuldades dos empreendedores, agravadas pela crise. Por isso, o Estímulo 2020 tem o compromisso de ajudar o micro e o pequeno negócio a aliviar as contas e ter fôlego para se recuperar. Desta forma, são de suma importância as doações que recebemos para repassar aos empresários locais”, explica o diretor executivo da iniciativa, Fábio Lesbaupin.

Fábio acrescenta que a empresa estuda uma forma de perpetuar o modelo do Estímulo. A ideia, segundo ele, é formar uma parceria com o micro e pequeno empreendedor fomentando a geração de empregos.

O diretor destaca que apoios financeiros como os concedidos pelo programa são ainda mais necessários em um contexto de retomada da economia durante a pandemia.

“Micro e pequenas empresas são a porta de entrada para muita gente que ficou fora do mercado de trabalho na pandemia. O Estímulo vai seguir com força na busca por recursos financeiros para dar continuidade às ações”, afirmou Fábio.

Setores atendidos

Atualmente, o fundo atende 900 modalidades de empresas registradas no CNAE (Cadastro Nacional de Atividade Econômica). Pequenos e micro negócios dos segmentos de comércio, serviços e indústria estão aptos a solicitar o crédito com propósito.

Com relação à elegibilidade, nos estados atendidos, os empreendedores precisam ter faturamento mensal entre R$ 10 mil e R$ 400 mil, comprovar a existência da empresa há pelo menos dois anos e ter um bom histórico de crédito, o que inclui estar com as contas em dia.

A solicitação do apoio financeiro e a capacitação são feitos diretamente no site www.estimulo2020.org, de maneira simples e sem burocracia. Os juros mensais são de 0,53% e a quitação pode ser realizada em 21 vezes, com carência de três meses para o pagamento da primeira parcela.

Confira a reportagem no ND Notícias:

+

Economia SC