Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Salários absurdos na Celesc deixam os catarinenses pasmos

 Marco Santiago/ND – Foto: Divulgação/RIC Mais SC Marco Santiago/ND – Foto: Divulgação/RIC Mais SC

A notícia divulgada nessa sexta pelo ND, de que os dirigentes da Celesc ganham, individualmente, quatro vezes mais que o governador do Estado e até o presidente da República, exige uma tomada de decisão do Governo, o maior acionista da empresa. A soma dos salários, incluindo a participação no lucro da empresa, pelos seis maiores dirigentes, equivale a R$ 1.564.986,50, o que ensejaria um investimento na modernização da rede de energia, para evitar, inclusive, a falta de luz em função de ventos e chuvas.

Sinceramente, distribuir tantos dividendos de uma empresa estatal, carente de recursos de investimentos, é um contrassenso, ainda mais em um Estado que, a cada ano, se afasta ainda mais do modelo de desenvolvimento, que rendeu a sua performance social e econômica.

Perguntar não ofende: será que os deputados estaduais, privilegiados com altos salários e estruturas de apoio político, terão condições morais de brecar os privilégios dos dirigentes da Celesc? A profissionalização da Celesc e a lipoaspiração das estruturas do legislativo são duas medidas emergenciais.

Triste realidade.