Vai ao supermercado? Veja onde está mais barato fazer compras em Joinville

Pesquisa do Procon traz o levantamento de preços dos itens da cesta básica e dos produtos para churrasco na cidade

Com as festas de fim de ano chegando, uma preocupação tem se tornado comum: como garantir as compras no supermercado sem gastar tanto? Em Joinville, no Norte de Santa Catarina, os consumidores podem contar com o auxílio da pesquisa de preços do Procon.

O levantamento é feito em vários supermercados e açougues da cidade e traz os preços dos itens da cesta básica e dos produtos mais comuns no churrasco. Dessa forma, o consumidor pode comparar os valores e comprar onde é melhor para cada bolso.

Pesquisa do Procon traz levantamento de preços em supermercados e açougues de Joinville – Foto: Leo Munhoz/NDPesquisa do Procon traz levantamento de preços em supermercados e açougues de Joinville – Foto: Leo Munhoz/ND

A pesquisa dos itens da cesta básica de dezembro mostra que houve uma pequena queda no preço, de 0,44%. O menor valor encontrado foi de R$ 181,68, enquanto o maior chegou a R$ 263,42, o que mostra a importância da comparação dos valores.

Entre os produtos com a maior redução de preço estão a batata lavada, o tomate, a maçã nacional e o sabão em barra. Já o alho, a cebola, o pão de forma e o achocolatado tiveram o maior aumento neste mês.

Confira a pesquisa completa abaixo ou clique aqui para acessá-la:

Já em relação aos itens do churrasco, o maior aumento de preço foi encontrado no joelho, filé mignon e pescoço. Por outro lado, houve redução no valor do sal grosso, linguiça de pernil e músculo. Clique aqui para conferir a pesquisa ou veja na íntegra abaixo:

A pesquisa do Procon é realizada todos os meses e diz respeito aos preços praticados no dia do levantamento, sem a obrigatoriedade de os mercados cumprirem o preço nos dias posteriores.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC

Loading...