VÍDEOS: Começam as filas quilométricas para abastecer em SC

Motoristas começam a corrida para abastecer nos postos de combustíveis em Joinville e região

Após ameaça de desabastecimento de combustíveis por conta da paralisação dos caminhoneiros, os motoristas estão correndo para os postos, formando filas quilométricas. Um exemplo foi flagrado na tarde desta quarta-feira, 8, em Guaramirim, no Norte de Santa Catarina.

filas em postos de combustíveis Um posto na Rodovia do Arroz na tarde desta quarta-feira – Foto: Ricardo Alves/NDTV Record Joinville

O repórter cinematográfico da NDTV Record Joinville Ricardo Alves flagrou filas gigantescas na rua 28 de Agosto, centro de Guaramirim, por volta das 16h30.

Nos dois postos de combustíveis, distantes cerca de 200 metros um do outro, na mesma rua, havia filas, como revelam os vídeos abaixo:

VEJA VÍDEOS:

Vídeo: Ricardo Alves/NDTV Record Joinville

Vídeo: Ricardo Alves/NDTV Record Joinville

Na Rodovia do Arroz, entre Joinville e Guaramirim, o posto de combustível também tinha fila de motoristas temendo a falta de combustíveis. Confira no vídeo abaixo.

Vídeo: Ricardo Alves/NDTV Record Joinville

Segundo apurou a repórter Drika Evarini, do Portal ND+ , é justamente no Norte de Santa Catarina que começaram os problemas de desabastecimento de combustível.

A base de armazenamento e distribuição fica em Guaramirim e ela está bloqueada desde a manhã desta quarta-feira (8).

De acordo com o Sindipetro (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados de Petróleo de Santa Catarina), alguns caminhões conseguiram entrar e abastecer. No entanto, foram impedidos de deixar a base para levar o combustível aos postos.

A própria base confirmou que apenas 14 caminhões conseguiram abastecer e a média, de acordo com eles, é de 60 a 70 caminhões que carregam em volta de feriados. Além disso, já há postos de combustíveis com estoques de gasolina zerados em Joinville, Schroeder e Rio Negrinho.

De acordo com a gerente do Sindipetro, Pamela Alessandra Bento, os postos podem sim registrar problema de abastecimento. Ela explica que normalmente os postos recebem os caminhões diariamente e, sem o reabastecimento nesta quarta-feira, eles já terão que trabalhar com o estoque.

Mas não é só em Guaramirim que está havendo corrida nos postos. Em Joinville, muitos postos registravam filas no fim da tarde desta quarta-feira.

Enquanto esta matéria estava sendo escrita, a reportagem recebeu, inclusive, denúncias de moradores de Joinville dizendo que o preço da gasolina havia subido.

Adilson José Ersching, ferramenteiro, ligou para redação reclamando da situação. “Já estão metendo a faca”, esbravejava ao telefone. Segundo ele, há poucos dias, o mesmo posto que hoje vende a R$ 5,799 estava cobrando R$ 5,599.

preço do combustível subiu Neste posto, no bairro Anita Garibaldi, em Joinville, a gasolina comum estava sendo vendida a R$ 5,799 no fim da tarde desta quarta-feira –  Foto: Adilson José Ersching/Divulgação ND

VEJA FOTOS DE FILAS EM JOINVILLE:

fila de motoritasFila no posto localizado no bairro Anita Garibaldi. –  Foto: Adilson José Ersching/Divulgação ND
No bairro Atiradores, em Joinville, mais fila – Foto: Camila Scottine/NDTVNo bairro Atiradores, em Joinville, mais fila – Foto: Camila Scottine/NDTV
Bairro Atiradores. – Foto: Jonathan Rocha/NDTVBairro Atiradores. – Foto: Jonathan Rocha/NDTV
Situação na tarde desta quarta-feira em um posto na Rodovia do Arroz. – Foto: Ricardo Alves/NDTV Record JoinvilleSituação na tarde desta quarta-feira em um posto na Rodovia do Arroz. – Foto: Ricardo Alves/NDTV Record Joinville

MAIS VÍDEOS

Posto de combustíveis no bairro Costa e Silva em Joinville. – Vídeo: Thiago Bonin/NDTV Record Joinville

Posto na BR-101, em Barra Velha. – Vídeo: Internet/Divulgação ND

Em Joinville. – Vídeo: Divulgação ND

Na rua Fátima com a Florianópolis, em Joinville – Vídeo: Divulgação ND

Por conta da corrida aos postos, o trânsito de Joinville sentiu os reflexos hora. Ruas como Marquês de Olinda e Beira-rio estavam tomadas pelo caos: motoristas que queriam chegar aos postos formavam filas na própria via.

Motoristas de aplicativo que têm carro a gasolina também já estão falando em parar, o que pode causar, além de prejuízos para eles, transtornos para quem depende de aplicativos para se locomover.

A reportagem procurou o Procon de Joinville, por meio da assessoria de imprensa da Prefeitura, para falar respeito da denúncia de motoristas do aumento no combustível já na tarde desta quarta-feira (8).

No entanto, neste momento, a Prefeitura de Joinville não tem nenhum posicionamento sobre a questão.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Economia SC

Loading...