BRF diz que está colaborando com as autoridades na Operação Carne Fraca

Gigante global que tem a sede em Itajaí emitiu um comunicado curto no início da tarde desta sexta-feira e reforçou as boas práticas da companhia

A gigante global do setor alimentício BRF, maior empresa privada de Santa Catarina, com sede em Itajaí, emitiu nota sobre a Operação Carne Fraca feita pela Polícia Federal e pela Receita Federal no início da tarde desta sexta-feira. A nota curta explica que a companhia está “colaborando com as autoridades para o esclarecimento dos fatos”. Entre os presos pela operação nesta sexta-feira estão executivos da BRF, como Roney Nogueira dos Santos, gerente de Relações Institucionais e Governamentais da companhia.

Na nota, a empresa BRF também ressalta que “cumpre as normas e regulamentos referentes à produção e comercialização de seus produtos” e afirma que assegura “a qualidade e a segurança de seus produtos”.

Gigante global BRF, que tem sede em Itajaí, é uma das empresas investigadas na Operação Carne Fraca - Divulgação/ND
Gigante global BRF, que tem sede em Itajaí, é uma das empresas investigadas na Operação Carne Fraca – Divulgação/ND

Confira a íntegra da nota da BRF:

“A BRF informa que, em relação à operação da Polícia Federal realizada na manhã desta sexta-feira, está colaborando com as autoridades para o esclarecimento dos fatos. A companhia reitera que cumpre as normas e regulamentos referentes à produção e comercialização de seus produtos, possui rigorosos processos e controles e não compactua com práticas ilícitas. A BRF assegura a qualidade e a segurança de seus produtos e garante que não há nenhum risco para seus consumidores, seja no Brasil ou nos mais de 150 países em que atua.”