Empresas de Tecnologia da Informação de Santa Catarina têm mais de 200 vagas abertas

Na contramão das estatísticas de desemprego, as empresas de TI de Santa Catarina têm mais de 200 vagas abertas. Com escassez de profissionais qualificados, o jeito é reter talentos. Pesquisa recente da Pysa mostrou que nem gigantes como Facebook, Google e Apple conseguem segurar colaboradores por muito tempo. O tempo médio é de 2 anos, 1,9 meses e 1,8 meses – respectivamente. Uma forma de reter talento é abrir espaço para colaboradores empreenderem dentro da organização. “No intraempreendedorismo os dois lados saem ganhando, o gestor abre novos caminhos para a inovação e o colaborador desenvolve um trabalho que partiu dele, com significados pessoais e que impactam a vida de seus colegas”, explica Alexandre souza, gestor do Sebrae/SC.

Inovar é preciso

Quando a Cianet estruturou o ISP Next Lab, seu braço de inovação, buscou perfis resilientes. “Queríamos pessoas que se arriscam, que tentam novas formas de fazer, pessoas que insistem”, conta Viviane Goulart, gerente de inovação e marketing. Já a Involves aposta em hackathons (maratonas de programação) internos para estimular o empreendedorismo. A última edição teve cinco dias de troca de conhecimento e integração entre os colaboradores. A Softplan também aposta em iniciativas de intraempreendedorismo. O UnicLab – Laboratório de Novos Negócios, da Unidade da Indústria da Construção da empresa registrou 11 iniciativas nos últimos sete meses. Os projetos mais bem-sucedidos podem ser, inclusive, incorporados à empresa.

Recompensa

Na Ahgora Sistemas, o colaborador só precisa convencer alguém da equipe para tocar um projeto próprio e, se for coerente com o mercado da empresa, pode usar 20% de sua carga horária para se dedicar à ideia. Caso o produto seja validado internamente ou por clientes externos, ele recebe retorno financeiro. “Produtos como o Sales Analytics e o Live Indoor começaram por ideia dos nossos colaboradores”, observa Lázaro Malta, CEO da empresa. Na OSTEC, um aplicativo desenvolvido por uma dupla de colaboradores já é um dos projetos em curso, com a mentoria do CEO Cassio Brodbeck. A empresa criou o OSTEC Inovalab, um coworking que também é um lugar para os colaboradores desenvolverem seus próprios projetos.

Banco de Talentos

A Associação de Empresas de Tecnologia – Acate possui um banco de talentos que possibilita o cadastramento de pessoas interessadas em trabalhar no setor e a visuallização das vagas abertas. Para maiores informações, cadastramento e para visualizar as vagas é só clicar no link a seguir: https://www.acate.com.br/banco-de-talentos

Loading...