Epagri inclui “carne vegetal” em cestas básicas oferecidas para famílias de Florianópolis

Hortaliça ora-pro-nóbis agora fará parte das cestas básicas distribuídas para famílias em situação de fome na Capital

Conhecida como carne vegetal por conta do alto teor de proteínas, a ora-pro-nóbis, que é uma hortaliça, passou a compor as cestas básicas oferecidas às famílias de Florianópolis em situação de fome durante a pandemia do novo coronavírus.

Hortaliça é conhecida como planta vegetal – Foto: Divulgação/Epagri/NDHortaliça é conhecida como planta vegetal – Foto: Divulgação/Epagri/ND

A hortaliça foi incluída neste mês pela equipe do escritório municipal e do Cetre (Centro de Treinamento da Epagri em Florianópolis). O trabalho voluntário é coordenado por teias solidárias com o foco de atender as necessidades das famílias em vulnerabilidade social.

A ora-pro-nóbis segue nas cestas, acompanhada de informações sobre uso e cultivo. Segundo a extensionista social de Florianópolis, nutricionista Cristina Ramos Callegari, os objetivos desta ação são qualificar a composição nutricional da cesta de alimentos. Além disso, incentivar a diversificação na dieta e o cultivo a partir das estacas fornecidas.

Cultivada na URT (Unidade de Referência Técnica), que fica no Cetre, para produção de Panc (Plantas Alimentícias Não Convencionais). As Panc, como a ora-pro-nóbis, são usadas em capacitações para ampliar o conhecimento dos agricultores e pescadores artesanais.

Leia também:

A URT conta com cerca de 50 espécies, a maior parte trazida da Estação Experimental da Epagri em Itajaí. O local é referência em pesquisa com plantas bioativas e nutracêuticas. Ou seja, aquelas que têm propriedades terapêuticas

A Epagri trabalha em todo o estado para orientar sobre a identificação, o cultivo e o consumo das Panc. O objetivo é promover a saúde e a segurança alimentar de famílias rurais e pesqueiras.

Assim como de mostrar a possibilidade de cultivar essas espécies e diversificar a renda. Cursos têm sido ministrados em diferentes municípios para capacitar as famílias a identificar essas plantas e como prepará-las.

Inclusive, no Oeste Catarinense há um forte trabalho com indígenas para o resgate e a trocas de sementes entre as comunidades. Em 2017, a empresa lançou um boletim didático que ajuda a identificar 13 espécies.

Além de informar sobre propriedades nutricionais e medicinais, a publicação ensina a cultivar, como usar e ainda dá receitas.

Propriedades e formas de uso da ora-pro-nóbis

A ora-pro-nóbis (Pereskia aculeata sp) é uma hortaliça conhecida como carne vegetal pois possui alto teor de proteínas. Assim como fibras, vitaminas A, B e C e minerais como cálcio, ferro, magnésio e fósforo.

As folhas jovens podem ser consumidas de diversas formas – Foto: Aires Mariga/Epagri/NDAs folhas jovens podem ser consumidas de diversas formas – Foto: Aires Mariga/Epagri/ND

O uso na alimentação ajuda a melhorar a imunidade e o funcionamento do intestino. Em Florianópolis ela pode ser encontrada em hortifrutis que comercializam hortaliças orgânicas.

As folhas jovens podem ser consumidas de diversas formas. Entre elas, em saladas cruas, refogadas, cozidas, em sopas, tortas, omelete, pizza, polenta e até mesmo no arroz com feijão.

No preparo de pães e outras massas, as folhas devem ser trituradas as com a água da receita no liquidificador. As folhas podem substituir a clara de ovo em receitas, triturando cerca 10 folhas com ½ xícara de água potável.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Economia