Marcopolo e Caio Induscar entre Joinville e Araquari

Parceria entre as duas empresas confirma que investirá até R$ 110 milhões em fábrica de peças e ônibus na região Norte

Divulgação/ND

Marcopolo e Caio Induscar dominam quase 70% do mercado brasileiro

Agora é definitivo. A fábrica da joint venture (parceria) resultante da união entre a Marcopolo e a Caio Induscar será instalada no Norte de Santa Catarina. Falta apenas decidir por Joinville ou Araquari. Mas a decisão sairá logo, pois a nova empresa, que está sendo chamada provisoriamente de FCO (Fábrica de Componentes para Ônibus), tem planos de começar a produzir peças para o mercado interno no máximo até julho.

O galpão que abrigará a empresa nesta fase inicial deverá estar alugado até a segunda quinzena de maio, com as primeiras máquinas chegando. A seleção dos funcionários também deve começar em maio. Até dezembro, a FCO pretende ter entre 50 e 100 funcionários na produção.

O gestor da joint venture será um ex-executivo da Busscar. Milton Mendes Giumelli trabalhou na fabricante de carrocerias joinvilense por 30 anos, onde foi diretor de Tecnologia e Comercial para os mercados interno e externo até setembro de 2008, quando deixou a empresa, ainda antes da crise que afeta hoje a fabricante de carrocerias de ônibus.

“Como resposta aos incentivos já confirmados tanto pelo Estado quanto pelas duas Prefeituras, queremos começar a produção o mais breve possível”, afirma Giumelli.

A joint venture ainda não definiu quais peças serão fabricadas em Santa Catarina, mas o catálogo deve ir aumentando gradativamente, assim como a empresa. A Marcopolo e a Caio Induscar devem ser os principais clientes da FCO, mas a empresa também poderá atender qualquer fabricante de ônibus do Brasil.

E a meta é ainda maior. O investimento pode chegar a R$ 110 milhões, com a instalação de uma fábrica própria para desenvolver ônibus para exportação. O objetivo é chegar a uma produção diária de 10 e 15 ônibus até 2014, podendo empregar até 2.500 funcionários.

A FCO trabalha no desenvolvimento de uma marca própria e independente da Marcopolo e da Caio Induscar, que hoje dominam quase 70% do mercado nacional de ônibus.

Leia mais na edição de sexta-feira do Notícias do Dia Joinville

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Economia