SC Par sinaliza alterações positivas no destino do Estado

Monotrilho é alternativa viável para o caos urbano

Construfair
Encerrada ontem, refletiu o excepcional momento da construção civil, tanto para moradia, como para investimento. O imóvel quase sempre é uma boa opção de investimento e nos momentos de crise da economia passa a ser um refúgio para capitais à procura de segurança. Nos últimos 10 anos, enquanto a região sul aumentou em 50% a oferta de apartamentos, em Santa Catarina o índice cresceu 100%.

José Richa
Livro escrito por Rose Arruda e Hélio Teixeira, com fotos de Ivan Bueno, além de evidenciar a relação entre política e economia e mostrar a trajetória de um político exemplar, revela um capítulo dos destinos do país, que poucos conhecem, contado por Jorge Bornhausen e protagonizado pelo presidente do Grupo RIC, Mário J. Gonzaga Petrelli. Imperdível.

SC Par
Fundamental para viabilizar investimentos em Santa Catarina, a SC Par, muito mais que uma mudança de nome, sinaliza alterações nos destinos do Estado. Não existe segredo. Para crescer a economia e desenvolver as pessoas é fundamental ter recursos para investimentos. Como o poder público tem muitas demandas, aliar bons projetos públicos via parcerias com a iniciativa privada, respeitada a soberania governamental, é alternativa viável.

Gestão estadual
Pela segunda vez consecutiva, Santa Catarina foi apontada pela CNM (Confederação Nacional dos Municípios) como a melhor gestão estadual do país superando, novamente, o Estado de São Paulo que ficou na segunda colocação. Os critérios levaram em conta indicadores financeiros e sociais e tiveram como base os resultados obtidos em 2009, época em que Luiz Henrique da Silveira comandava Santa Catarina.

Destaques municipais
A mesma CNM destacou cinco municípios catarinenses entre os 30 de melhor gestão municipal no país no período que vai de 2002 a 2009. São Bento do Sul, Videira, Timbó, Novo Horizonte e São Pedro de Alcântara. Não é pouco se considerarmos que o Brasil tem mais de 5.500 municípios. Importante saber os diferenciais desses municípios na totalidade das 293 cidades que formam Santa Catarina. Servem de exemplo.

Agiotagem
Segundo o Banco Central, as taxas de juros do cheque especial atingiram 188% ao ano em julho. Ora, se a inflação é de pouco mais de 6%, para onde vai a diferença? Em português claro, isso se chama agiotagem. Permitida. Os juros abusivos são uma violência contra a saúde da economia. Segundo o presidente do Conselho Regional de Economia do Rio de Janeiro, professor João Paulo de Almeida Magalhães, em recente palestra realizada em Blumenau, o Brasil teria que crescer 7% ao ano para recuperar o atraso econômico e social. Os juros abusivos são o cancro do nosso desenvolvimento econômico social.

Coan, a busca pela competitividade

Divulgação/ND

Tadeu Bongiolo apostou na inovação para fazer a Coan ganhar mais terreno no mercado

Quando João Batista Coan fundou a empresa gráfica em 1969, em Urussanga, não poderia supor que, 42 anos depois, instalada em Tubarão, a organização se tornaria uma referência no setor em todo o Brasil.

Após o falecimento do fundador, ocorrido em 1985, a viúva Eleine tocou o empreendimento junto com os filhos, Leandro e Maria Eduarda. Em 1992, Tadeu Bongiolo veio juntar-se ao grupo. Nessa época, a empresa era uma tipografia que funcionava em uma sala de 150m2 e contava com sete funcionários.

A visão de que o mundo gráfico tinha grande potencial foi desenvolvida via benchmark, ou seja, por meio de visitas a outras empresas dentro e fora do país, durante cinco anos. O foco tem sido sempre a inovação tecnológica na busca pela competitividade nacional e internacional.

“É que a competitividade proporciona aos clientes segurança no prazo de recebimento de nossos produtos, bem como preços competitivos. Somos conhecidos como uma indústria que privilegia a inovação e que possui uma mão-de-obra cativa, competitiva e produtiva”, afirma Tadeu, que junto com os filhos do fundador toca a empresa, atualmente.

Uma forte atuação na área de marketing e uma boa equipe de vendas fizeram com que a propaganda boca a boca impulsionasse o negócio, consolidado com a aquisição de uma rotativa de grande porte, ano passado, e mais uma que chegará esta semana, o que permite atuar com a mesma qualidade no papel e no plástico em mercados de grandes volumes no Brasil e no exterior.

A Coan, Leandro, Maria Eduarda e Tadeu Bongiolo, são nossas coisas, são coisas nossas.

Loading...