Alô, som: saiba como funciona uma rádio escola

O desenvolvimento de uma rádio escola trabalha nos alunos a oratória, o senso crítico, a autonomia e o pertencimento ao ambiente escolar

Toda quarta-feira, das 18 horas às 19h, o laboratório maker da Escola Municipal Professora Lacy Luiza da Cruz Flores conecta o espaço educativo com o mundo ao transmitir ao vivo pela internet uma rádio escolar produzida e editada pelos alunos.

Os alunos da Escola Municipal Professora Lacy Luiza da Cruz Flores são os responsáveis por editar e produzir a rádio – Foto: Renata Bomfim/Divulgação/its TeensOs alunos da Escola Municipal Professora Lacy Luiza da Cruz Flores são os responsáveis por editar e produzir a rádio – Foto: Renata Bomfim/Divulgação/its Teens

A rádio escola Metropolitana Joinville conta com a participação de 20 voluntários dos anos finais do Ensino Fundamental que colocam a mão na massa e abrem os microfones para falar sobre esporte, política, notícias e atualidades na rede.

Criada pelo professor de Matemática Alberto Silvestre da Silva Neto, a rádio escola é pioneira na rede municipal de ensino de Joinville e teve as primeiras transmissões em julho de 2020, durante o período de aula não presencial.

A intenção, de acordo com o professor, foi criar algo diferente. “Eu gosto muito de comunicar. Até o ano passado, eu fazia um programa na quarta-feira à noite de casa e era para zoeira. A ideia inicial era de sair da angústia de ficar só em casa”, relembra.

Agora, no modelo híbrido de ensino, o projeto avançou para as salas de aula e atraiu alunos de diferentes anos e idades que dividem as responsabilidades e as funções dentro da rádio escola, com a supervisão do professor Alberto.

Kelvin de Magalhães, 15, aluno do nono ano, por exemplo, aprendeu a mexer em ferramentas de edição e é ele quem sintoniza os microfones, confere o áudio e coloca a transmissão no ar. “Depois que eu entrei para a parte técnica, eu me senti até mais (valorizado)”, comenta o aluno sobre o pertencimento ao ambiente escolar.

Além da aprendizagem e conhecimento em novas ferramentas, o desenvolvimento de um canal de comunicação dentro de um espaço educativo trabalha nos alunos a oratória, o senso crítico, a autonomia e o pertencimento ao ambiente escolar.

“Eu sou muito a favor dos professores que fazem esse tipo de trabalho, porque a gente não é só sala de aula, principalmente no mundo de hoje, onde os jovens querem e buscam mais”, destaca a diretora da unidade, Celina Aparecida Bertol Lopes.

Quer também? Saiba o que é necessário para criar uma rádio escola

O projeto da rádio ajuda também os alunos na oratória, o senso crítico, a autonomia e o pertencimento ao ambiente escolar – Foto: Renata Bomfim/Divulgação/Its TeensO projeto da rádio ajuda também os alunos na oratória, o senso crítico, a autonomia e o pertencimento ao ambiente escolar – Foto: Renata Bomfim/Divulgação/Its Teens

O processo é simples e poucos recursos são necessários para colocar uma rádio escola no ar em pouco tempo. Veja o que é necessário ter na sua unidade para colocar o projeto em prática em quatro passos:

  1. um notebook (ou computador);
  2. microfone;
  3. internet;
  4. domínio de site para transmissão e hospedagem dos materiais.

Com o check-in na lista acima, é importante que o projeto tenha a validação da gestão escolar e uma proposta bem definida.

Apesar de ter baixo custo financeiro, é importante incluir no planejamento a previsão dos gastos fixos, como a aquisição do domínio do site e hospedagem dos arquivos, além de extras em casos de emergências e um espaço onde as transmissões serão feitas.

Em seguida, a equipe responsável pela rádio escolar pode escrever uma estratégia de programação e conteúdo para que a atividade proposta possa estar de acordo com os planos pedagógicos da unidade, e ser mais uma fonte para se trabalhar habilidades e competências nos alunos envolvidos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Educação

Loading...