Após devolução, Joinville lança edital para contratação de impressoras para escolas

Equipamentos usados pela rede de ensino municipal foram devolvidos em março após exceder cota prevista em contrato

Depois da ‘polêmica’ envolvendo a devolução das impressoras e copiadoras usadas pela rede municipal de Educação, a Prefeitura de Joinville abriu um novo edital para a locação do serviço. A escolha da empresa ocorrerá por meio de Pregão eletrônico e o valor estipulado é de R$ 5,7 milhões.

Escolas da rede municipal estão sem as impressoras e copiadoras desde o mês de março, quando elas foram devolvidas ao prestador de serviço – Foto: Prefeitura de JoinvilleEscolas da rede municipal estão sem as impressoras e copiadoras desde o mês de março, quando elas foram devolvidas ao prestador de serviço – Foto: Prefeitura de Joinville

As propostas serão recebidas entre os dias 7 e 19 de maio e o critério utilizado para a escolha da empresa será o de menor preço global. A previsão é de que sejam locados 328 equipamentos para atender toda a demanda das unidades da Secretaria de Educação por 36 meses.

“Nosso objetivo é restabelecer este serviço o quanto antes, porque entendemos a importância deste recurso para a nossa equipe”, destaca Diego Calegari, secretário de Educação de Joinville.

Relembre o caso

Em março, as impressoras e copiadoras que atendiam a rede municipal de ensino foram devolvidas após a conta de impressão prevista em contrato assinado em 2019, com vigência de 36 meses, ser totalmente consumida em menos de um ano.

Em 2020, a quantidade de material impresso cresceu em 260% em comparação ao ano anterior, passando a ser de 30,5 milhões de cópias. Ou seja, a soma de cópias registrada apenas no ano passado é maior que o volume que estava previsto nos 36 meses de contrato.

Mesmo com o aumento do consumo, o documento não chegou a ser alterado pela última gestão. Por conta da demanda ser maior que o acordado, a Prefeitura acumulou uma dívida com o fornecedor e, com isso, a impossibilidade de continuar realizando impressões e cópias.

Depois de várias reuniões, a Secretaria de Educação com técnicos da Secretaria de Administração e Planejamento e da Procuradoria-geral do Município, não foi possível encontrar uma solução de manter o serviço nos termos regidos no atual contrato. Por este motivo, o novo processo está sendo realizado.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Educação