Campanha incentiva pais a ajudarem filhos na lição de casa no Norte de SC

Lançada pela Amunesc, iniciativa partiu após pesquisa que aponta que os pais não mandariam os filhos às escolas caso as aulas presenciais retornassem

Com a pandemia e a suspensão das aulas presenciais em março, pais e responsáveis tiveram que se adaptar a rotina dos filhos e exercer uma nova função: a de professor.

Campanha tem como objetivo incentivar os pais a auxiliarem os filhos nas tarefas escolares – Foto: Renan Medeiros/ Arquivo SecomCampanha tem como objetivo incentivar os pais a auxiliarem os filhos nas tarefas escolares – Foto: Renan Medeiros/ Arquivo Secom

Este foi o caso da jornalista Silvane Alves Loro. Mãe de dois filhos, ela conta que o processo de adaptação foi um grande desafio.

“Como não tínhamos outra alternativa, tivemos que nos adaptar com o melhor que a gente tem. Eu tive que aprender a ensinar, além de estabelecer uma rotina de estudos ”, explica.

Mas, mesmo com toda a ajuda oferecida pelos professores, profissionais da rede de educação ainda sentem dificuldade no acompanhamento das atividades realizadas pelos alunos em casa.

Por conta disso, a Amunesc (Associação dos Municípios do Nordeste de Santa Catarina) lançou na última semana uma campanha a fim de ressaltar a importância da realização das tarefas escolares.

Campanha surgiu depois de pedidos das Secretarias de Educação

A campanha surgiu após os secretários de educação dos nove municípios, que fazem parte da associação, receberem o resultado de uma pesquisa realizada no mês de julho com pais e responsáveis de alunos. No levantamento, a maioria alegou que não mandaria os filhos às escolas caso as aulas presenciais voltasse.

“Entendemos que, mesmo que as aulas voltem presenciais, este retorno acontecerá no sistema híbrido, o que demanda que as atividades não-presenciais continuem sendo desenvolvidas e entregues à escola”, afirmou a Secretária-Executiva da Amunesc, Simone Schramm.

Pesquisa apontou que pais não levariam os filhos para as escolas caso aulas presenciais voltassem – Foto: Rogerio da Silva/NDPesquisa apontou que pais não levariam os filhos para as escolas caso aulas presenciais voltassem – Foto: Rogerio da Silva/ND

Por conta disso, os gestores perceberam a necessidade de incentivar o que eles chamam de “devolutiva” das atividades e, dessa forma, buscar aumentar o engajamento dos alunos e pais nas tarefas escolares.

“Como o professor está de uma forma mais distante, a criança busca o apoio na família, aqueles com quem elas dedicam o horário para acompanhar a atividade e o desenvolvimento escolar”, ressalta Simone.

A campanha será divulgada nas redes sociais e na programação da NDTV. Fazem parte da Amunesc os municípios de Araquari, Balneário Barra do Sul, Campo Alegre, Garuva, Itapoá, Joinville, Rio Negrinho, São Bento do Sul e São Francisco do Sul.

Para psicólogo, manter rotina de estudos é fundamental

Segundo o psicólogo e pedagogo Lucélio Budal Arins o apoio da família é essencial para garantir que os filhos tenham um bom desempenho nos estudos, mesmo longe da escola.

“A presença dos pais na educação dos filhos é essencial e com a pandemia isso ficou bem destacado. Mas, para que o ambiente seja propício para aprendizagem, além do apoio, é necessário que a família estabeleça uma rotina de estudos e um ambiente que ajude o aluno a manter a concentração”, enfatiza.

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Educação