Celesc assume o prédio da Gerência Regional de Educação, em Joinville

Estrutura foi interditada pela Vigilância Sanitária em 2011 é desde então tem sido ocupada por moradores de rua e usuários de drogas

Carlos Junior

Marcas de invasões podem ser encontradas em todos os cantos

O prédio que abrigava a Gerência Regional de Ensino já está de volta às mãos da Celesc (Centrais Elétricas de Santa Catarina), que na próxima semana deve colocar seguranças no local. Interditado em 2011 pela Vigilância Sanitária por apresentar rachaduras e goteiras, o prédio é alvo de vândalos.
Segundo o gerente regional da Celesc, Eduardo Cesconetto, o prédio pertence ao governo do Estado. “O prédio era da Casan. Pegamos como ações devidas da Casan com a Celesc, que detém 25% das ações da Casan. Como a gerência estava lá, não tínhamos como fazer nenhuma ação. Agora vamos colocar seguranças lá, o mais rápido possível. No máximo segunda ou terça-feira esta questão já estará resolvida”, explica Cesconetto, lamentando a depredação verificada no prédio, que se transformou em dormitório para moradores de rua e consumo de drogas.
Por enquanto, devido às reviravoltas, a Gerência Regional de Educação permanece no prédio do Ceja (Centro de Educação para Jovens e Adultos), na rua Alexande Schlemm, no Bucarein.  Sobre o vandalismo, a supervisora de assistência ao estudante, Margariane Witt, também lamenta. “O vandalismo não é fácil. Colocamos tapume, fechamos as portas, temos as chaves aqui. Mas eles invadiram.”

Acesse e receba notícias de Joinville e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Educação