Censo da educação: SC tem 18% dos profissionais no grupo de risco

Secretaria da Educação realizou levantamento inédito para mapear o grupo que começa a ser vacinado contra a Covid-19 nesta quarta-feira (26)

A SED (Secretaria de Estado da Educação) realizou uma pesquisa inédita em parceria com os municípios catarinenses. Por conta do início da vacinação dos profissionais da educação contra a Covid-19 no Estado, marcado para começar nesta quarta-feira (26), a pasta construiu o “Censo da Educação catarinense”.

A pesquisa coletou informações sobre todos os profissionais que atuam nas escolas de Santa Catarina, ao longo das últimas semanas.

O levantamento apontou que 18% de todos os profissionais da educação estão dentro do grupo de risco. Aliado a isso, 87% dos professores atuam de forma presencial no momento.

SED realizou um “censo” dos profissionais da educação em SC – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/SecomSED realizou um “censo” dos profissionais da educação em SC – Foto: Ricardo Wolffenbüttel/Secom

Os dados foram reunidos a partir do cadastro para vacinação de professores e demais trabalhadores das instituições de ensino do Estado.

Em um cenário com aproximadamente 176 mil profissionais da Educação, o levantamento inclui informações como área de atuação, faixa etária e aponta, inclusive, se o cadastrado já foi vacinado ou integra o grupo de risco da Covid-19.

Estão inseridos no censo os professores, auxiliares, equipe gestora, trabalhadores de serviços gerais, vigilantes e qualquer outro funcionário ligado diretamente às unidades de Ensino Básico e Superior, sejam públicas ou privadas.

“É muito importante podermos dimensionar e conhecer a realidade da educação catarinense. Isso vai permitir um planejamento ainda mais assertivo das nossas políticas públicas para a área e assegurar a imunização contra a Covid-19 dos profissionais de educação”, afirma o governador Carlos Moisés.

Profissionais da educação no Estado divididos por faixa etária – Foto: Divulgação/SED/SecomProfissionais da educação no Estado divididos por faixa etária – Foto: Divulgação/SED/Secom

O secretário de Estado da Educação, Luiz Fernando Vampiro, agradeceu o empenho das equipes que fizeram a construção do levantamento e reforçou a importância dos dados para a realização de novas ações da pasta.

“Este trabalho em conjunto foi um processo ágil e que só foi possível pela união de todos, de rede pública e privada, do Ensino Infantil ao Ensino Superior, em prol da educação catarinense.”

Porcentagem de professores em trabalho remoto e presencial – Foto: Divulgação/SED/SecomPorcentagem de professores em trabalho remoto e presencial – Foto: Divulgação/SED/Secom

“Compilamos esses dados e agora temos um detalhamento de profissionais por município, faixa etária, cargo de atuação, entre outros números que serão muito importantes tanto para facilitar a vacinação quanto para criar ações futuras da educação”, complementa o secretário.

Vacinação foi antecipada

As informações coletadas já foram compiladas e repassadas à SES (Secretaria de Estado da Saúde), que a partir do dia 26 de maio começa a vacinar contra a Covid-19 os profissionais cadastrados.

A data inicial para o início da vacinação neste grupo era 31 de maio, mas o governador anunciou nesta segunda (24) a antecipação.

A vacinação dos profissionais da educação será realizada gradativamente, dividida em 13 subgrupos prioritários. Confira:

Vacinação dos profissionais da educação será realizada gradativamente, dividida em 13 subgrupos prioritários – Foto: Divulgação/NDVacinação dos profissionais da educação será realizada gradativamente, dividida em 13 subgrupos prioritários – Foto: Divulgação/ND

O superintendente de Vigilância em Saúde de Santa Catarina, Eduardo Macário, valorizou a parceria entre SED e SES.

“Nós podemos avançar na vacinação pela junção destes dados, principalmente por municípios. É um contingente populacional importante e que precisa ser protegido. Parabéns para as equipes pelo retorno às aulas e proteção dos alunos. Graças ao PlanCon Edu e às medidas de segurança, a escola é um dos locais mais seguros para deixar as crianças durante a pandemia”.

Divisão de profissionais da educação por cada área em Santa Catarina – Foto: Divulgação/SED/SecomDivisão de profissionais da educação por cada área em Santa Catarina – Foto: Divulgação/SED/Secom

Como foi realizado o “censo” da educação

Para coletar informações de todos os profissionais de Educação de Santa Catarina, a SED criou um formulário distribuído a todas as secretarias municipais, com prazo de cadastramento até o dia 11 de maio.

Santa Catarina tem 18% dos profissionais da educação dentro do grupo de risco – Foto: Divulgação/SED/SecomSanta Catarina tem 18% dos profissionais da educação dentro do grupo de risco – Foto: Divulgação/SED/Secom

O “censo” contou ainda com a colaboração da SES, a Undime (União Nacional dos Dirigentes Municipais de Educação), Fecam (Federação Catarinense de Municípios),  Sinepe (Sindicato das Escolas Particulares de Santa Catarina) e as associações de municípios.

Inclusão de mais profissionais

Até a próxima sexta-feira (28), está aberto outro formulário para inclusão de novos profissionais contratados para atuar nas escolas, motoristas do transporte coletivo, técnicos que atuam nas secretarias municipais e estadual de educação e Coordenadorias Regionais de Educação, além dos profissionais que perderam o prazo do primeiro cadastro para imunização.

De acordo com o Plano de Vacinação, os cadastros realizados a partir de agora integrarão o último grupo prioritário de profissionais da área a receberem a vacina.

+

Educação

Loading...