Colapso na saúde pode atrasar calendário de retorno presencial em escolas de Florianópolis

Secretário municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira, destacou que "não queremos abrir as escolas para depois ter que fechá-las novamente"

Diante do significativo aumento de casos de Covid-19 em Florianópolis, o secretário municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira, anunciou novas medidas de prevenção para conter o avanço da doença.

Ensino a distância segue na Capital, pelo menos, até o dia 9 de março – Foto: MCTIC/Divulgação/NDEnsino a distância segue na Capital, pelo menos, até o dia 9 de março – Foto: MCTIC/Divulgação/ND

Após as aulas na rede municipal de ensino começarem no dia 10 de fevereiro de forma remota e com ensino 100% online, o sistema a distância, que estava previsto para continuar por mais uma semana e meia, poderá ser prorrogado em função do colapso no sistema de saúde do Estado.

O objetivo também visa a redução do contingente de servidores atuando presencialmente nas escolas, sem interromper o atendimento.

A programação da Secretaria Municipal de Educação prevê que a partir de 10 de março as aulas possam ser retomadas de forma presencial, dentro das possibilidades sanitárias.

“Estamos acompanhando a evolução da doença e adotamos medidas para reduzir ao mínimo o número de servidores em atividade presencial nas unidades de ensino. Não queremos abrir as escolas para depois ter que fechá-las novamente, como aconteceu em outras cidades do Estado e de outras regiões do país”, destacou o secretário.

Após a Prefeitura de Florianópolis anunciar que passará a adotar o regime home office a partir de 1º de março, o secretário passou um comunicado para reduzir ainda mais a circulação de servidores. O objetivo é conter a propagação da doença.

Confira a nota na íntegra:

Prezados (as), boa tarde!

Com o expressivo aumento nos casos de Coronavírus (COVID-19) em Florianópolis e com o retorno ao regime “home office” a partir da próxima segunda-feira (01/03), visando diminuir a circulação de pessoas nas ruas e transporte coletivo, a Secretaria Municipal de Educação e as Unidades Educativas deverão adotar medidas para conter o avanço no número de casos.

A Secretaria Municipal de Educação reduzirá o contingente de servidores atuando presencialmente e cada setor organizará uma escala que permita a continuidade no atendimento.

Da mesma forma, as Unidades Educativas deverão organizar escalas de atendimento, em regime de plantão, respeitando os seus horários de atendimento, na qual as Unidades continuarão atuando com o mínimo do contingente necessário para o atendimento à Comunidade Educativa, recebimento de materiais e distribuição de atividades, CHIPs, dentre outros, buscando respeitar, sempre, o distanciamento de 1,5m, utilização de máscaras e álcool em gel.

Continuamos à disposição de todos (as).

Cordialmente,

MAURÍCIO FERNANDES PEREIRA

Secretário Municipal de Educação

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Educação