Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Colégio Menino Jesus explica volta às aulas

E reconhece que o modelo ainda não é o ideal

Escolas particulares retomaram aulas presenciais nesta segunda-feira (8) – Foto: Maria Fernanda Salinet/NDEscolas particulares retomaram aulas presenciais nesta segunda-feira (8) – Foto: Maria Fernanda Salinet/ND

Centro Educacional Menino Jesus (CEMJ), onde  estudaram meus quatro filhos,  uma referência de ensino no Brasil,  esclarece  que em todos os momentos,   o professor regente  está em sala nas aulas presenciais. Mas reconhece que há alguns profissionais atendendo simultaneamente os alunos de forma remota, medida esta necessária pela situação atual da pandemia.

“A educação é um dos setores que mais tem sofrido com a pandemia e as escolas bem como os profissionais da área escolar vêm trabalhando incessantemente para criar ambientes de estudos que atendam com excelência a comunidade e todas as diretrizes emanadas pelas autoridades competentes”.

Como podem ver, o  próprio colégio, em nota dirigida aos pais dos alunos, reconhece que alguns professores estão trabalhando simultaneamente  com os alunos de forma remota por causa da pandemia. Claro que  conheço  pais de alunos que me falaram que estão descontentes com essa forma mista de ensino.  Diga-se , ainda, que se o colégio não gostou da nota publicada é porque reconhece , também, que esse tipo de ensino não satisfaz.

Aliás, não conheço nenhum colunista em Santa Catarina que tenha defendido a volta às aulas tanto quanto eu.