Decreto que suspende aulas presenciais em Itajaí deve ser revogado

Depois de reunião entre representantes de escolas particulares, prefeitura deve voltar atrás e manter escolas abertas

As aulas presenciais devem continuar e o decreto que suspendia a abertura de escolas por 14 dias deve ser revogado. A decisão foi tomada depois de uma reunião entre representantes das escolas particulares e prefeitura de Itajaí, na tarde desta sexta-feira (26), e também depois de uma recomendação do MPSC (Ministério Público de Santa Catarina).

Representantes das escolas particulares de Itajaí se reúnem com executivo Municipal pedindo a revogação do decreto que suspende as aulas presenciais por duas semanas, a partir de 1º de março – Foto: DivulgaçãoRepresentantes das escolas particulares de Itajaí se reúnem com executivo Municipal pedindo a revogação do decreto que suspende as aulas presenciais por duas semanas, a partir de 1º de março – Foto: Divulgação

Gaspar Laus, procurador geral do município de Itajaí, foi quem fez o anúncio aos pais e professores, em frente à prefeitura.

O decreto que suspende, por duas semanas, as aulas em todas as redes de ensino e níveis (inclusive superior) do município foi publicado no final da tarde desta quinta-feira (26).

Professores e pais de alunos também organizaram uma manifestação em frente à prefeitura, enquanto o chefe do executivo se reuniu com representantes das escolas particulares.

Professores protestam em frente à prefeitura – Foto: Paulo Metling/NDTVProfessores protestam em frente à prefeitura – Foto: Paulo Metling/NDTV

O MPSC emitiu a recomendação nesta sexta-feira (26), depois da publicação do decreto. No documento, a promotoria de Justiça afirma que “há inversão de prioridades nas práticas sociais, das instituições e dos entes públicos”. Isso porque, enquanto as escolas seriam fechadas, outras atividades seriam mantidas.

“Há um estudo internacional acerca do recomeço das aulas presenciais, demonstrando, em suma, que as escolas não interferem na transmissão comunitária do vírus e, também, que é muito importante criar uma cultura de confiança entre secretaria e rede, e entre escola e comunidade escolar”, destaca.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Educação