Moacir Pereira

moacir.pereira@ndmais.com.br Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Dia do Professor: aprovada tabela de descompactação salarial em SC

Anúncio será feito pelo governador

O secretário da Educação, deputado Luiz Fernando Vampiro, está se revelando um dos melhores integrantes do primeiro escalão do governo Carlos Moisés agora na nova fase pós-impeachment.

Depois de anunciar, propor, aprovar e incluir na folha de pagamento, o piso salarial de R$ 5.000,00 para todos os professores, com efeito retroativo, está com equipe qualificada, competente e dedicada, com uma sucessão de iniciativas que colocam em destaque a educação pública.

Aqueles que com doutorado recebiam cerca de R$ 8 mil passarão a ganhar R$ 11 mil – Foto: Carlos Jr/NDAqueles que com doutorado recebiam cerca de R$ 8 mil passarão a ganhar R$ 11 mil – Foto: Carlos Jr/ND

A maior prova está na conquista de um título inédito: a educação pública catarinense tornou-se precursora no Brasil no retorno às aulas presenciais.  Adotou protocolos rigorosos, mantem um controle permanente “on-line” sobre casos de infecção e internação de todos os professores e alunos. E continua promovendo inovações com recursos didáticos modernos para melhorar a qualidade do ensino.

A maior novidade será anunciada nesta sexta (15) pelo governador Moisés no Dia do Professor: a aprovação e a remessa à Assembleia Legislativa na próxima terça-feira (19) do projeto de descompactação da tabela salarial do magistério, reivindicação de décadas dos professores.

Aqueles que com doutorado recebiam cerca de R$ 8.000,00 passarão a ganhar R$ 11.000,00, de acordo com os estudos realizados pelas Secretarias da Educação, Fazenda, Administração e Casa Civil. Os secretários destas pastas irão ao parlamento levar o projeto.

O piso beneficiou 63% do magistério; o projeto da descompactação vai abranger os outros 23%, segundo o secretário da Educação.

Fato relevante: todas estas conquistas históricas do magistério estão sendo concedidas pelo governo, sem greves e pressões do Sinte. Sindicato que jogou mal na greve sanitária. O secretário recebeu 6 ofícios, mas em função do radicalismo do Sinte, suspendeu o diálogo desde então.

O Dia do Professor terá, assim, as melhores notícias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...