Fabio Gadotti

Comportamento, políticas públicas, tendências e inovação. Uma coluna sobre fatos e personagens de Florianópolis e região.


Em meio à polêmica sobre decreto, Capital alerta para casos de Covid em escolas

Aulas presenciais foram suspensas até terça-feira (23) como estratégia de enfrentamento da pandemia

Em meio à pressão do Movimento Pais de Alunos, que fez um protesto na quarta-feira (16) à noite na frente da casa do prefeito Gean Loureiro, e do posicionamento do Conselho Regional de Medicina, que criticou a suspensão das aulas presenciais, a Secretaria de Saúde de Florianópolis divulgou nesta quarta-feira (17) que tem registrado crescimento de casos de Covid-19 em escolas da Capital.

Os casos, de acordo com a Vigilância Epidemiológica têm sido identificados, por notificação ou denúncias, tanto em estabelecimentos públicos quanto privados. Até o momento, são 207 casos confirmados de Covid-19 em escolas, sendo 72 alunos e 75 professores, 60 outros colaboradores do núcleo escolar e 23 escolas com surtos ativos.

Na quarta (17) à noite, pais fizeram protesto na frente da casa do prefeitoNa quarta (17) à noite, pais fizeram protesto na frente da casa do prefeito

Seguem em investigação também 1554 contatos de casos positivos e 253 casos suspeitos, aguardando coleta ou resultado de exame, que são oferecidos pelo SUS. No total, são 61 escolas com casos confirmados de coronavírus.

A secretaria afirma, inclusive que “a suspensão das aulas presenciais pode contribuir com a rápida redução destes números, interrompendo as cadeias de transmissão no ambiente escolar”.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.