UFSC abrirá mais salas para o 2º dia de prova do Enem

Decisão da UFSC responde a pedido da Cesgranrio, aplicadora do Enem, depois que estudantes foram impedidos de fazer a primeira prova. Ocupação respeitará limite de 40%

A UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) anunciou nesta sexta-feira (22) que liberou mais salas para a aplicação da segunda prova do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio), marcado para este domingo (24). A decisão atende a um pedido feito pela Cesgranrio, aplicadora da prova, no dia anterior.

Alunos foram barrados no primeiro dia do Enem, na UFSC, após salas lotarem Estudantes durante a aplicação da primeira prova do Enem, na UFSC – Foto: Bruna Stroisch/ND

A decisão de ampliar o número de salas ocorre após estudantes terem sido impedidos no último domingo (17) de realizar a primeira prova, voltada para linguagens e ciências humanas.

Na ocasião, o Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira) alocou mais pessoas do que a capacidade máxima de 50% prometida pelo órgão.

De acordo com Áureo Moraes, chefe de gabinete da UFSC, na manhã desta sexta-feira (22), foram identificadas cerca de 40 a 45 novas salas que estarão disponíveis para realocar os candidatos.

Os espaços estão localizadas em três centros de ensino: Tecnológico (CTC), Ciências da Educação (CED) e Ciências Jurídicas (CCJ). Representantes da Cesgranrio visitaram os locais na manhã desta sexta-feira.

Em todas as salas, tantos as que serão liberadas a partir deste domingo como as que já foram liberadas na primeira etapa, o uso respeitará o limite máximo de 40% de ocupação das salas, assegurou a Cesgranrio no ofício encaminhado à UFSC.

Contingência

Os novos espaços da UFSC serão utilizados como contingência – caso surja a necessidade de abrigar candidatos do Enem que inicialmente estavam alocados para outros blocos, mas que precisaram ser realocados.

“Cada um dos novos espaços fica situado junto aos anteriores, o que permitirá deslocar facilmente os candidatos, em poucos minutos”, informou Moraes.

A empresa averigua como será o redimensionamento dos candidatos nos locais já utilizados, a fim de estimar o número, aproximado, que deva ser deslocado no domingo. A reportagem tentou contato com a Cesgranrio, mas a empresa não retornou.

Impedidos devem solicitar reaplicação

A orientação do Inep é que os estudantes que foram prejudicados na primeira etapa peçam a reaplicação do exame. Os pedidos  serão recebidos nos dias 25 e 29 de janeiro, pela Página do Participante do Enem.

Aos contemplados, a reaplicação está marcada para os dias 23 e 24 de fevereiro, na mesma data e com a mesma prova aplicada para pessoas privadas de liberdade – Enem PPL. Os estudantes poderão solicitar reaplicação por dia, ou mesmo a realização das duas provas.

A DPU realiza um levantamento das irregularidades ocorridas durante a aplicação da prova, por meio de formulário disponibilizado no site da Defensoria ou através deste link.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Enem