Maioria das escolas privadas de Florianópolis segue protocolos de saúde

Vigilância sanitária fiscalizou estabelecimentos após denúncias de que aulas presenciais estariam acontecendo

A Vigilância Sanitária de Florianópolis fiscalizou na segunda-feira (30) e na terça-feira (1º) 22 escolas particulares após receber denúncias de que aulas presenciais estariam acontecendo irregularmente. Destas, apenas três foram intimadas a cumprir adequações nos protocolos de saúde para prevenção da Covid-19.

sala de aula com classes vaziasMaioria das escolas particulares respeitam protocolos de saúde na Capital – Foto: Pixnio

Pelo fato de o município estar no nível classificado como gravíssimo para os casos de infecção pelo novo coronavírus segundo o Mapa de Risco, as aulas presenciais estão proibidas. Apenas atividades de reforço pedagógico individualizado estão permitidas.

As unidades escolares tiveram seus planos para execução das aulas homologados pelo Comitê Municipal, que não é superior ao nível de classificação de risco na região. Assim, o papel da Vigilância é apurar se os protocolos e normativas estão sendo seguidos.

Quem deseja realizar uma denúncia sobre quaisquer descumprimentos sanitários pode entrar em contato com a Guarda Municipal pelo 153 ou  por meio do site do Covidômetro, na aba “Denúncia Vigilância Sanitária”.

Acesse e receba notícias da Grande Florianópolis pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Educação