Fenômenos e astros raros são observados por alunos de SC

Estudantes de Nova Itaberaba, no Oeste do Estado, participaram de projeto de astronomia e tiveram experiências únicas

O aprendizado sobre astronomia foi diferenciado para estudantes da Escola de Educação Básica (EEB) Doutor Serafin Enoss Bertaso, de Nova Itaberaba, no Oeste de Santa Catarina. Os alunos estão observando astros e fenômenos raros por meio do projeto pedagógico “Observando os planetas na aula de Física – de olho no céu com o professor Cesar Pagliarini”.

fenômenos foram observados Alunos têm experiências únicas visualizando astros. – Foto: Secretaria de Estado da Educação/Divulgação/ND

O projeto faz parte das aulas de física ministradas pelo professor Cesar Pagliarini. O educador participa de cursos e encontros de astronomia há anos e, para atrair o interesse dos estudantes para o assunto, passou a levar o telescópio à escola.

“Quando estudei no antigo segundo grau, a única referência sobre um planeta era que se parecia com uma estrela no céu em uma determinada região do espaço. Podemos fazer diferente, simplesmente tirando os alunos de sala de aula e levando-os para o pátio. Com isso, podemos mostrar alguns planetas e constelações, assim o aluno assimila melhor o conteúdo trabalhado”, explica o professor.

O projeto é trabalhado com todas as turmas do Ensino Médio da escola e Cesar leva o equipamento sempre que há a possibilidade de acontecer algum evento astronômico raro. O objetivo é permitir que os estudantes possam visualizar esses fenômenos, já que aparecem com pouca frequência.

Experiência inusitada

Maria Luisa Lucian, de 17 anos, aluna do terceiro ano do Ensino Médio, teve a oportunidade de contemplar um desses episódios especiais. A adolescente conseguiu enxergar a superlua que ocorreu no dia 26 de maio. “Foi uma experiência diferente e inusitada, já que não é sempre que a gente tem a oportunidade de ter o telescópio na escola e quanto mais com a superlua”, destaca a estudante.

De acordo com o professor Cesar Pagliarini, é gratificante ver os alunos se interessarem por astronomia. “É sempre um desafio e, ao mesmo tempo, fácil. Ao observar um planeta, o aluno entende as dimensões do universo, percebendo que o que ele estudou sobre o sistema solar está visível em algumas noites”, relata.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Educação

Loading...