Fies reabre inscrições para vagas remanescentes nesta segunda-feira

Estudantes matriculados em instituições particulares que buscam financiamento terão até o dia 27 de novembro para acessar o site

Estudantes interessados no Fies (Fundo de Financiamento Estudantil) devem acessar, a partir desta segunda-feira (26), o site do programa para fazer inscrição para as vagas remanescentes.

Estudantes podem se inscrever no programa de financiamento através do site – Foto: Marcello Casal Jr/Agência Brasil

As vagas remanescentes são aquelas que não foram ocupadas no decorrer do processo seletivo regular, por desistência dos candidatos pré-selecionados ou por falta de documentação na contratação do financiamento, por exemplo.

Devido a falhas no sistema, o MEC (Ministério da Educação) suspendeu o processo de inscrições e ampliou os prazos. Os estudantes que fizeram a inscrição não serão prejudicados.

O calendário do Fies varia de acordo com o perfil do estudante. Confira:

  • 26 e 27 de outubro: apenas candidatos de áreas de conhecimento prioritárias (cursos de saúde, engenharias, licenciaturas e ciências da computação);
  • 28 de outubro a 3 de novembro: candidatos ainda não matriculados em instituições de ensino superior;
  • 28 de outubro a 27 de novembro: candidatos que desejam financiar as mensalidades no curso e turno em que já estão matriculados atualmente.

O Fies

O Fies é o programa do governo federal que tem o objetivo de facilitar o acesso ao crédito para financiamento de cursos de ensino superior oferecidos por instituições privadas.

Criado em 1999, ele é ofertado em duas modalidades desde 2018, por meio do Fies e do Programa de Financiamento Estudantil (P-Fies).

O primeiro é operado pelo governo federal, sem incidência de juros, para estudantes que têm renda familiar de até três salários mínimos por pessoa.

Opercentual máximo do valor do curso financiado é definido de acordo com a renda familiar e os encargos educacionais cobrados pelas instituições de ensino.

Já o P-Fies funciona com recursos dos fundos constitucionais e dos bancos privados participantes, o que implica em cobrança de juros.

+

Educação