Florianópolis retoma aulas presenciais a partir desta quarta-feira

Retomada do ensino presencial foi liberada e ocorrerá de forma gradual; orientação é que os pais entrem em contato com a escola para se informar

Após aderir ao decreto estadual, a rede municipal de ensino de Florianópolis já pode retomar, a partir desta quarta-feira (24), as atividades presenciais nas escolas e creches. Segundo a Secretaria Municipal de Educação, o retorno acontece de forma gradual. Nenhuma escola, no entanto, já voltou ao ensino presencial nesta quarta.

A retomada das aulas pode acontecer até o dia 9 de abrilA retomada pode acontecer até o dia 9 de abril – Foto: PMF/Divulgação

Segundo o planejamento do município, a execução do sistema híbrido começa nesta quarta, mas as instituições têm autonomia para aderir à modalidade até o dia 9 de abril.

“Só não pode voltar depois do dia 9 de abril. Hoje, por exemplo, estava programado para nove creches retomarem o atendimento”, explica o secretário municipal de Educação, Maurício Fernandes Pereira. Ele não soube informar o cronograma de retorno, mas adiantou que para esta quarta-feira não há previsão de retomada de escolas.

De acordo com o secretário, a escolha do modelo de ensino está “à luz da escolha dos pais”. Isso quer dizer que as famílias podem definir se os estudantes seguem em esquema 100% remoto, ou entram em regime 50% presencial.

Apesar das escolas terem autonomia para definir a organização das aulas, a tendência é de que os encontros presenciais sejam intercalados. “Há uma recomendação de ser feita uma semana on-line e uma presencial”, informou o secretário.

As atividades da rede municipal de Florianópolis iniciaram remotamente no dia 10 de fevereiro. Em 10 de março, a Prefeitura deveria iniciar progressivamente o sistema híbrido, com aulas online e presencial. Com o agravamento da pandemia, no entanto, o cronograma foi estendido.

Entraves na Justiça

Os municípios da Grande Florianópolis afrouxaram as regras e aderiram, nesta segunda-feira (22), ao decreto estadual. Antes, medidas unificadas entre as prefeituras, que incluíam a suspensão das aulas presenciais,  haviam sido divulgadas.

Municípios da Grande Florianópolis afrouxaram regras – Foto: SED/DivulgaçãoMunicípios da Grande Florianópolis afrouxaram regras – Foto: SED/Divulgação

O texto foi parar na Justiça, que determinou o retorno imediato das atividades, incluindo na Capital.

Greve de professores

Na tarde desta quarta-feira, às 13h, o Sintrasem (Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal de Florianópolis) fará uma assembleia para avaliar o primeiro dia de greve dos professores, deflagrada neste domingo (21).

“Retomar as aulas presenciais neste cenário de colapso é botar não somente as crianças em perigo, mas também seus familiares e todos que trabalham nas escolas”, defenderam, em nota divulgada no domingo.

O sindicato argumenta que não há testagem e vacinação em massa para garantir segurança aos trabalhadores. “Não vamos aceitar uma retomada feita sem nenhum outro tipo de controle da pandemia”, afirmou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Educação