Karina Manarin

Com foco em notícias de política, o blog traz todos os dias também as informações do cotidiano e que interferem diretamente na vida das pessoas de todo o Sul Catarinense.


VÍDEO: ‘Não permitiremos viadagem em sala de aula’, diz prefeito de Criciúma

Clésio Salvaro publicou vídeo em suas redes sociais falando do professor que foi exonerado por conteúdo inapropriado em sala de aula

O prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, do PSDB, gravou vídeo sobre a exoneração de um professor da Rede Pública de Ensino acusado de ter utilizado de conteúdo inapropriado em sala de aula.

“Esse professor expôs video erotizado e nós não permitimos, não toleramos. Nas escolas do município enquanto  eu estiver de plantão esse tipo de atitude não vai acontecer. Essa viadagem na sala de aula nós não concordamos”, diz o prefeito no vídeo.

Na gravação, Salvaro também alerta aos pais de alunos para que caso souberem de conteúdos considerados inapropriados que denunciem.

Nota da prefeitura esclarece o assunto

A Prefeitura divulgou nota oficial, explicando o caso e dando o posicionamento da Secretaria de Educação. Confira o texto na íntegra:

“O Governo Municipal de Criciúma, por meio da Secretaria de Educação, vem a público esclarecer que a prática pedagógica de professores da rede de ensino, é orientada a partir das Diretrizes Curriculares, por meio do Plano de Ensino Unificado. Esse plano reúne os conteúdos que deverão ser ministrados junto aos estudantes em cada ano letivo.

Ressaltamos que o episódio recente, envolvendo conteúdo inapropriado em vídeo apresentado por um dos professores, além de não constar no Plano de Ensino da Rede, estando, portanto, em desacordo com a proposta do Conselho Nacional de Educação, não será tolerado pela Administração Municipal de Criciúma.

Dessa forma, as medidas cabíveis em relação ao assunto foram tomadas, o profissional não faz mais parte do quadro de professores da Rede Municipal de Ensino, e os país que perceberem qualquer atitude semelhante podem fazer denúncia a Secretaria Municipal de Educação.”

Loading...