Moacir Pereira

Notícias, comentários e análises sobre política, economia, arte e cultura de Santa Catarina com o melhor comentarista politico de Santa Catarina. Fundador do Curso de Jornalismo da UFSC. Integrante da Academia Catarinense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina, é autor de 53 livros publicados.


Piso remuneratório salarial: saiba como será o pagamento dos professores em SC

Secretário da Administração Jorge Tasca diz que 50 mil professores ativos e aposentados serão contemplados; reajuste não será linear

O secretário da Administração do governo de Santa Catarina, coronel Jorge Tasca, informou na tarde desta terça-feira (15) que 50 mil professores da rede estadual de ensino, entre ativos e aposentados, efetivos e ACTS, serão beneficiados com a adoção do piso remuneratório de 5 mil reais.

O Estado conta hoje com 76 mil professores ativos e inativos. Isso significa que 2/3 do total serão contemplados pela decisão governamental.
O benefício vai abranger principalmente os professores que estão na base da pirâmide salarial do magistério estadual.

Secretário Jorge Tasca explica como será o piso remuneratório – Foto: NDSecretário Jorge Tasca explica como será o piso remuneratório – Foto: ND

O reajuste de salários não será linear. Ao contrário, será concedido caso a caso. Assim, os professores que estiverem recebendo hoje remuneração inferior a R$ 5.000,00 terão garantido o pagamento da diferença.

Exemplificando, quem tiver R$ 3.000,00 de remuneração total, incluindo os benefícios, terá um aumento de R$ 2.000,00. Já os mestres que receberam R$ 4.500,00 receberão apenas R$ 500,00 de complementação. E os que perceberam de remuneração R$ 5.000,00 ou mais nada receberão de benefício.

De acordo com o secretário Jorge Tasca, o magistério estadual conta com 19 mil professores efetivos, dos quais 12 mil receberão algum tipo de aumento, pois tem hoje menos de R$ 5.000,00 de remuneração.

Já os Admitidos em Caráter Temporário, os ACTs, totalizam hoje na rede estadual 28.864 professores e 28.224 terão algum tipo de aumento salarial para atingir a remuneração do piso.

O governo trabalha para enviar o projeto de lei à Assembleia Legislativa ainda no mês de junho.

Loading...