Retorno das aulas presenciais começa a ser debatido pelo governo de SC

Primeira reunião do Comitê de Retomada das Aulas Presenciais em SC elaborou grupos para construção de protocolos

O Governo do Estado realizou na sexta-feira (19) a primeira reunião para debater medidas que possibilitem o retorno de alunos, professores e servidores às salas de aula.

Aulas presenciais estão suspensas até o dia 2 de agosto – Foto: Marcos Santos/USP ImagensAulas presenciais estão suspensas até o dia 2 de agosto – Foto: Marcos Santos/USP Imagens

Organizado pela SED (Secretária de Estado da Educação), o Comitê de Retomada das Aulas Presenciais em SC contou com representantes de diversas áreas envolvidas na educação e saúde. Entre eles, o CEE (Conselho Estadual de Educação) e a FCEE (Fundação Catarinense de Educação Especial).

O secretário de Estado da Educação, Natalino Uggioni, destacou a importância de reunir tantas instituições para alinhar o retorno às aulas presenciais.

“Estamos trabalhando na mesma causa para o Estado de Santa Catarina, que é a Educação. Temos um desafio muito grande, que exige responsabilidade, mas somando esforços iremos transpor esse período da melhor forma possível, com o menor impacto nessa transição entre o período das ações não presenciais e a retomada das aulas presenciais” finalizou.

Definição de grupos de trabalho

Por ser o primeiro encontro, a reunião teve um aspecto mais introdutório e de alinhamento geral, com espaço para cada participante poder compartilhar a sua realidade.

Assim como fazer apontamentos sobre o tema e trazer contribuições para o comitê. Durante a interação, os integrantes reforçaram a importância do regime de colaboração neste momento e destacaram a relevância da iniciativa.

Leia também: 

Ao fim do encontro, foi definido que serão criados grupos de trabalho específicos para elaborar protocolos sobre medidas sanitárias e ações pedagógicas. Assim como para o transporte escolar, alimentação escolar e gestão de pessoas.

Como resultado, cada grupo deve elaborar um cronograma de trabalho. Em seguida, apresentar uma minuta das propostas no dia 30 de junho, data prevista para a próxima reunião.

Aulas presenciais suspensas até 2 de agosto

O decreto estabelecido pelo Governo do Estado, suspende até 2 de agosto as aulas presenciais nas redes privada e pública. Vale lembrar que serve para as esferas municipal, estadual e federal, incluindo educação infantil, ensino fundamental, nível médio, EJA (educação de jovens e adultos), ensino técnico e cursos superiores.

A retomada das aulas será comunicada com a devida antecedência e será feita de forma segura, seguindo as regras estabelecidas em conjunto com autoridades sanitárias.

As aulas presenciais de cursos superiores poderão ser autorizadas a partir de 6 de julho. Isso deve acontecer caso ocorra uma decisão conjunta dos secretários de Estado da Saúde e da Educação, considerando os índices de contágio da Covid-19.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Educação